Home » Posts tagged "trabalho"

FREITAS, Claudia Regina. As Relações existentes entre as Atividades Intensivas em Conhecimento e o Absenteísmo Involuntário de Professores Universitários: o Caso da Universidade Federal de Santa Catarina. Dissertação, 2013.

Este estudo tem o objetivo geral de “Identificar, a partir da percepção dos docentes da UFSC, a influência das atividades intensivas em conhecimento no absenteísmo involuntário dos professores da Universidade Federal de Santa Catarina”. A pesquisa é caracterizada como um estudo de caso, com abordagem predominantemente qualitativa, constituindo-se de um estudo teórico e empírico, descritivo e explicativo. Foram feitas quinze entrevistas semiestruturadas com professores universitários, sendo este número limitado pelo critério de saturação. Após transcrição, os dados foram tratados quantitativamente, a fim de embasar a análise qualitativa. Dentre as principais constatações, destaca-se o fato de haver competição entre os professores, estes levam serviço para casa, onde estendem seu horário de trabalho, realizam diversas atividades intensivas em conhecimentos, principalmente pesquisa, publicação de artigos, orientações, atualizações de conteúdos para as disciplinas, participação em bancas, cursos de extensão e participação ou organização de congressos. Os respondentes afirmaram que a progressão não é o principal motivador ou estressor. A excessiva demanda, principalmente para permanência como professor de pós-graduações strictu sensu, tem levado os professores a publicarem artigos em periódicos e congressos priorizando a quantidade. Os professores consideram o trabalho prazeroso, mas percebem que pode ocasionar adoecimento e absenteísmo quando realizado sob pressão. A valorização do professor, o aumento no número de professores em relação ao número de alunos e novos critérios de avaliação podem ajudar a reduzir os problemas de saúde e o absenteísmo de professores universitários.

Link para Download: Claudia Regina Freitas

MEDRADO, Milena Alves. GESTÃO DO CONHECIMENTO E ERGONOMIA: Fatores Biomecânicos na Atividade de Soldagem de Peças. Dissertação, 2007.

É válido ressaltar que as patologias biomecânicas têm aumentado as estatísticas de morbidade nas grandes empresas. Tendo como objetivo conduzir a uma reflexão na perspectiva da ergonomia sobre a questão da variabilidade dos homens, dos equipamentos e da matéria prima inse rida no contexto de trabalho da atividade de soldador. Considerandose o setor de soldagem como um setor de uma Organização mais complexa. A ergonomia e a gestão do conhecimento têm sido solicitadas, cada vez mais a atuarem na análise de processos de reestruturação produtiva, sobretudo, no que se refere às questões relacionadas à caracterização da atividade e à adequação dos postos de trabalho à biomecânica do trabalhador. No trabalho apresentado a seguir será feita uma análise ergonômica associada ao conhecimento humano no setor de soldagem de peças enfatizando o mau uso da biomecânica humana e as complicações patológicas futuras. As contribuições da ergonomia, na introdução de melhorias nas situações de trabalho, se dão por uma via de ação que busca compreender as atividades dos indivíduos em diferentes situações de trabalho com vistas à sua transformação. Assim, o foco de ação é a situação de trabalho inserida em um contexto.

Link para download: Milena Alves Medrado