porno
beşiktaş escort mecidiyeköy escort aksaray escort bahçeşehir escort
Home » Posts tagged "Processo de Integração"

FREIRE, Patricia de Sá. Engenharia da Integração do Capital Intelectual nas Organizações Intensivas em Conhecimento Participantes de Fusões e Aquisições. Tese, 2012.

As fusões e aquisições (F&A) são caminhos utilizados pelas empresas como alavancas para rápido crescimento em mercados competitivos. Porém, essas operações têm incluído dificuldades pós-operatórias na consolidação dos ativos intangíveis do capital intelectual levando à perda do valor das marcas e das ações das empresas participantes. A mensuração do capital intelectual faz-se necessária para todas as empresas participantes de F&A e, para as organizações intensivas em conhecimento (OIC) esta necessidade apresenta um maior impacto visto que o valor na sua cadeia de transformação é advindo de ativos intángíveis.  Para estas organizações é importante mensurar a aderência do capital intelectual da adquirente e adquiridas. Esta constatação gerou a questão de pesquisa de como mensurar a aderência do capital intelectual das OICs envolvidas em F&A, diminuindo-se as incertezas da fase de integração. E, consequentemente, delimitou-se o objetivo de propor um método para mensuração dessa aderência. Identificou-se que as pesquisas científicas estão focadas no desenvolvimento de modelos para a mensuração do capital intelectual, mas, no contexto das F&A, é preciso ir além, mensurando a aderência dos ativos intangíveis do capital intelectual das áreas correlatas da adquirente e adquirida. Em um estudo interdisciplinar foram elaborados três pressupostos: cria-se valor às adquirentes e adquiridas por meio da gestão do capital intelectual; é possível gerenciar os problemas de integração se a empresa adquirente levar em conta a gestão dos ativos intangíveis do capital intelectual e; quanto maior a aderência entre os ativos intangíveis a serem integrados, menor será a taxa de incerteza de sucesso da operação. Realizou-se uma pesquisa qualitativa, mediante levantamento bibliográfico, documental e percepção de especialistas com base em entrevistas para aplicação de questionários. Foram identificados os ativos intangíveis, definidos pelo modelo referência Intellectus nas OIC da área de Tecnologia da Informação (TI), mapeando-os por área corporativa como elementos e subelementos do capital intelectual. A análise dos dados caracteriza-se como multiparadigmática descritiva, diagnóstica e propositiva. Foram alcançadas sete contribuições teórico-empíricas para a área de F&A entre OIC do setor de TI: (1) contrução de visão multiparadigmática sobre os problemas de integração de F&A ampliando as explicações disciplinares da área de administração e gestão; (2) utilização da dimensão interdisciplinar da engenharia e gestão do conhecimento (EGC)  para entendimento do conhecimento a ser integrado e gerenciado nas OIC, entendendo-o como processo e produto; (3) revisão do modelo Intellectus e a sua adaptação à OIC participantes de F&A; (4) consolidação de lista de ativos intangíveis agregadores de valor aos bens e serviços das OIC do setor de TI;  (5) proposições de práticas de gestão do conhecimento para a fase de integração das OIC após F&A, como a formação de Grupo Colaborativo e a participação pro ativa de um gestor do conhecimento e dos líderes;  (6) definição de princípios e orientações para as OIC seguirem durante as três fases de F&A – due dilligence, negociação e integração; (7) proposição da Engenharia da Integração, o método para a mensuração e gestão da aderência futura dos ativos intangíveis das áreas correlatas entre adquirente e adquirida determinando a taxa de incerteza da operação. Esta pesquisa foi validada nas concepções relacionadas às fases de formulação, de desenvolvimento  e de resultados da pesquisa.  O método proposto, chamado de Engenharia da Integração, teve sua aplicabilidade conferida ao contexto organizacional analisada por  especialistas participantes de F&A.

Link para download: Patricia de Sá Freire

FREIRE, Patrícia de Sá. Compartilhamento do Conhecimento Interor-ganizacional: Causas Essenciaos dos Problemas de Integração em Fusões e Aquisições (F&A). Dissertação, 2010.

Este estudo objetiva analisar as causas essenciais dos problemas de integração vivenciados pelas empresas participantes de operações de fusões e aquisições (F&A). As F&A são um dos caminhos utilizados como alavancas de rápido crescimento em mercados hipercompetitivos, porém, têm incluído dificuldades pós-operatórias na consolidação dos planos que lhes deram origem. Partiu-se de três estudos exploratórios: (1) Metapesquisa a partir dos estudos de consultorias internacionais; (2) Estudo bibliográfico sistemático na base de dados Scopus; (3) Estudo de múltiplos casos abrangendo sete processos de integração ainda em cur-so, originados de F&A realizadas por empresa brasileira de tecnologia da informação. Os problemas de integração foram identificados com base nos princípios decisórios definidos por Harding e Rovit (2005). Seguiu-se Pesquisa Diagnóstica visando especificar as causas essenciais dos problemas. Seguiu-se Pesquisa Diagnóstica visando especificar as causas essenciais dos problemas, utilizando o Princípio de Pareto. Esta pesquisa pode ser apontada como qualitativa, feita mediante entrevistas, análise documental e estudo de múltiplos casos; e de tipo quantitativa, utilizando-se de questionários. A análise dos dados caracteriza-se, pre-dominantemente como qualitativa descritiva. Identificou-se que 81% dos problemas de integração são causados por deficiência nos processos de criação e compartilhamento de conhecimentos, concluindo-se que a mpresa deve concentrar esforços no desenvolvimento de um sistema de gestão do conhecimento visando à aquisição, compartilhamento e is-seminação de conhecimentos entre suas áreas internas, e destas com as áreas similares das empresas adquiridas. Os resultados alcançados por esta pesquisa têm sua aplicabilidade conferida ao contexto organizacio-nal estudado.

Link para download: Patricia de Sa Freire