porno
beşiktaş escort mecidiyeköy escort aksaray escort bahçeşehir escort
Home » Posts tagged "Organização Intensiva em Conhecimentos"

FELICIANO, A.M. Extensão Rural: Criação, Estratégias de Uso e Retenção do Conhecimento. Tese, 2013.

As transformações econômicas e sociais e o progresso da ciência, ocorridos sobretudo a partir do século XX, elevaram o conhecimento à condição de fator basilar à competitividade organizacional. Na composição do conhecimento organizacional, o conhecimento tácito oferece substanciais contribuições à leitura do ambiente, ampliando suas possibilidades de uso e sua competitividade. As organizações de extensão rural, pelo perfil técnico e ambiente de atuação, acessam facilmente esse tipo de conhecimento. Nas atividades de campo, os técnicos extensionistas estão inseridos em complexas redes de relacionamentos e conhecimentos, estabelecidas pela interação permanente com expressiva gama de atores, cada qual com interesses e necessidades, providos de conhecimentos próprios dos seus negócios e diferentes visões de mundo. O objetivo desta tese consistiu em estabelecer diretrizes para os processos de criação, estratégias de uso e retenção do conhecimento para organizações de extensão rural. Metodologicamente, assume características de pesquisa exploratória e descritiva, tendo seu caminho percorrido com o uso de instrumentos como o grupo focal, a análise de conteúdo e o método delphi. Os resultados apresentados contribuem com as organizações por oferecerem elementos à reflexão sobre a importância do conhecimento e sua gestão para a geração de diferenciais competitivos. Permitem afirmar que as organizações de extensão rural são criadoras de conhecimentos, contudo não praticam sua adequada gestão. A modernização dessas organizações passa pela necessidade de revisar suas estratégias e seus processos, adotando o conhecimento como fator propulsor de seu desenvolvimento interno e de sua competitividade externa e as pessoas como seu mais valioso ativo. A implementação das diretrizes propostas exige mudanças no comportamento e na cultura, para as quais as organizações demonstram não estar preparadas. A gestão do conhecimento não está inserida no contexto das organizações públicas de extensão rural, sobretudo por desconhecerem suas práticas, suas estratégias e seus modelos.

Link para Download: Antonio Marcos Feliciano

DIAS, Adriano Júnior. Relações entre a Estrutura Organizacional, a Gestão do Conhecimento e a Inovação, em Empresas de Base Tecnológica. Dissertação, 2012.

O presente trabalho evidencia como se relacionam a Estrutura Organizacional, a Gestão do Conhecimento e a Inovação, em empresas de base tecnológica, por intermédio de um estudo de caso numa empresa deste segmento econômico. Seus objetivos foram alcançados por meio de pesquisa que adotou abordagem qualitativa, indutiva, como meio de alcançar os pressupostos, num primeiro ciclo, cabendo ao segundo ciclo, a coleta de dados primários e sua confrontação com os aludidos pressupostos para obtenção das conclusões finais. O trabalho traz, em sua estrutura, o contexto em que se desenvolveu a pesquisa, já em seu intróito, como fruto de levantamentos de dados feitos em documentos, de onde nasceram o título funcional e a pergunta de pesquisa, deixando a revisão sistemática de literatura como fonte de validação desses importantes itens, e como base para a obtenção dos autores que foram adotados, por primeiro, durante a revisão bibliográfica. A análise e interpretação dos dados primários coletados se deram por intermédio do procedimento sistêmico de redução da realidade. Os resultados foram suficientes para extrair da realidade estudada, os insumos necessários para a realização do seu batimento com os pressupostos nascidos da análise e interpretação dos dados secundários coletados. Diversas foram as conclusões, dentre as quais: a) a Estrutura Organizacional orienta as empresas para a economia da Inovação, desde que alinhada a uma cadeia de valor também orientada neste sentido; b) a Gestão do Conhecimento relaciona-se com a Inovação como fonte e meio pelo qual são gerados novos conhecimentos necessários à sua materialização; e c) a Estrutura Organizacional relaciona-se com a Gestão do Conhecimento, especialmente no nível da empresa, pela facilitação das interações multidisciplinares entre os indivíduos durante o processo de desenvolvimento e de implementação da Inovação. O sucesso das empresas de base tecnológica inovadoras está no elevado grau de adaptabilidade do seu portfólio à realidade de cada cliente, como meio de ser efetiva para os mesmos.

Link para download: Adriano Junior Dias