Home » Posts tagged "Objetos Digitais de Ensino-Aprendizagem"

MOTTER, Rose Maria Belim. My Way: Um Método para o Ensino-Aprendizagem da Língua Inglesa. Tese, 2013.

Esta pesquisa tem o objetivo de desenvolver um método de ensino-aprendizagem para a Língua Inglesa, ancorado na gestão do conhecimento, proporcionada pela Tecnologia de Comunicação Digital, no contexto da educação formal. Os postulados teóricos eleitos estão no campo dos domínios cognitivo, tecnológico, biológico, filosófico e linguístico, nos quais, pelo entrelaçamento de disposições, tecem a categoria conceitual maior – emoção e linguagem – para propor o método. No domínio cognitivo, aborda-se a questão de mente e corpo como fenômenos inerentes um ao outro, com foco central na enação – ação construída e guiada pela percepção. No campo tecnológico, entende-se que a tecnologia digital, inserida na vida das pessoas, é responsável pela mediação das ações da sociedade contemporânea e impulsiona a produção e disseminação do conhecimento. No aspecto biológico, destaca-se a implicação do experienciar – a interação e o conhecer. Na esfera da Filosofia aproxima-se do conceito de corporeidade como o corpo dotado de inteligência própria e o conhecimento rizomático que não se constitui de unidades, mas de dimensões. No domínio linguístico, o estudo se ampara na Linguística Cognitiva que defende as experiências pessoais e coletivas como a base para os sistemas conceituais e trata o significado como resultado de relações intra e extralinguísticas, englobando aspectos textuais, cognitivos e interativos. O objeto de estudo é a transposição didática dos professores no ato da elaboração dos Objetos Digitais de Ensino-Aprendizagem.  A metodologia de pesquisa baseia-se nos princípios da Pesquisa-Ação e envolve 25 professores de Língua Inglesa da Educação Básica de Escolas Públicas da região oeste do Paraná e 5 estudantes do último ano de um curso de Letras (Português/Inglês). A análise dos dados priorizou um enfoque dedutivo qualitativo, substanciando um diálogo entre as teorias, a interpretação das informações extraídas dos protocolos e a observação do resultado prático da transposição didática efetivada pelos participantes na elaboração dos Objetos Digitais de Ensino-Aprendizagem.  Os resultados emergem dessa análise e sustentam a proposição do método MY WAY: um método para o ensino-aprendizagem da Língua Inglesa.  O foco do método está no desenvolvimento da consciência fonológica e nas experiências individuais – metáforas – base para o desenvolvimento linguístico do estudante. Observa-se o modelo de prototipicidade na aquisição do vocabulário e entende-se que a audição, a oralidade e a apropriação do vocabulário antecedem a leitura e a gramática. O método aposta na potencialidade da Tecnologia de Comunicação Digital como uma das condições essenciais para o ensino de línguas no contexto atual. A pesquisa indica a necessária e urgente atualização dos professores no sentido de que suas ações estejam voltadas para mudança do quadro atual de ensino-aprendizagem de inglês.

Link para Download: Rose Maria Belim Motter

RONCARELLI, Dóris. Concepção e Organização de uma Taxionomia para Análise e Avaliação de Objetos Digitais de Ensino-Aprendizagem. Tese, 2012.

A evolução do modo de Comunicação pelas Tecnologias Digitais tem-se intensificado nos últimos anos de forma emblemática, implicando, em geral, nos processos de gestão de conhecimento e, singularmente nos programas educacionais. No Brasil, têm-se ampliado as condições de oferta de cursos na modalidade a distância, implicando em mudanças verticais na modalidade presencial. Os recursos educacionais abertos se complexificam e se estendem vertiginosamente. Esta pesquisa trata especificamente dos Objetos Digitais de Ensino-Aprendizagem. É um recurso que se expande significativamente pela acentuação da cultura da convergência. O problema proposto é: quais critérios asseguram a congruência interna necessária aos Objetos Digitais de Ensino-Aprendizagem, no cenário da cultura da convergência? Este estudo tem por objetivo elaborar uma taxionomia para análise e avaliação de Objetos Digitais de Ensino-Aprendizagem. Para o desenvolvimento desta pesquisa elege-se, como postulado, uma construção interdisciplinar que emerge de três grandes áreas: Filosofia, Pedagogia e Tecnologia. A metodologia está baseada na pesquisa exploratória, limitada ao estudo de caso. O método de análise indutivo se desenvolve pela tríade entre categorias conceituais; identificação dos atributos dos Objetos Digitais de Ensino-Aprendizagem, eleitos a partir de critérios pré-estabelecidos e do resultado da avaliação de vinte e cinco especialistas na área. Os resultados dessa triangulação devidamente sistematizados constituem uma taxionomia para análise e avaliação de Objetos Digitais de Ensino-Aprendizagem. Essa taxionomia, nomeada KDOLT [Knowledge of Digital Objects Teaching-Learning], pretende ser instrumento prático que assegure uma microunidade de conhecimento com atributos necessários para potencialização destes objetos, tais como: congruência pedagógica e ergonômica em tempo real.

Link para download: Dóris Roncarelli