Home » Posts tagged "Governança corporativa"

BUGARIM, Maria Clara Cavalcante. Desenvolvimento e Gestão de Programas de Capacitação Mediados por Tecnologia: proposição de um arcabouço teórico no âmbito da Governança Corporativa. Tese, 2012.

Em função da evolução apresentada nos conhecimentos e procedimentos contábeis, surgem novos desafios relacionados à qualificação dos profissionais de contabilidade no Brasil. Um de seus principais desafios consiste em criar soluções em educação que possibilitem a disseminação do conhecimento em contabilidade, equacionando a grande extensão territorial do Brasil, o número expressivo de profissionais registrados em todos os seus estados, as diferenças nos níveis de formação e o insuficiente número de professores qualificados, em comparação com a quantidade ofertada de cursos de graduação em ciências contábeis, assim como a demanda por educação continuada por parte dos profissionais que já atuam no mercado. Esse estudo procurou assim, desenvolver um framework de gestão estratégica da capacitação na área contábil, suportado por meios tecnológicos, para atender às demandas dos diversos níveis de formação no âmbito da governança corporativa. A pesquisa, basicamente aconteceu em dois momentos. O primeiro foi a construção do framework. Aqui, o estudo foi de cunho teórico construtivista, tendo como base o modelo de criação de valor corporativo por meio das dimensões Desempenho, Conformidade e Responsabilidade, o ciclo da Qualidade (PDCA), as contribuições do Capital Intelectual (Humano, de Relacionamento e Estrutural), bem como os preceitos da moderna contabilidade, do Ensino a Distância, da gestão corporativa e organizacional. Em um segundo momento, extraindo-se da literatura um questionário contendo os componentes do framework, conseguiu-se validar o arcabouço elaborado, com 24 especialistas da área contábil, por meio da Técnica Delphi, utilizando-se de análise descritiva, com análise qualitativa das contribuições dos especialistas para o framework. As contribuições para o framework coletadas dos especialistas e alinhadas ao referencial teórico proposto foram: Existe um contexto favorável à utilização da EaD como ferramenta estratégica de integração das capacitações em nível nacional; Políticas e Diretrizes são necessários para a visão estratégica do projeto; O método de ensino deve ser presencial e virtual (blended learning); Para a integração dos diversos atores, será necessário respeitar a autonomia das instituições parceiras para a implantação do projeto de capacitação; A avaliação do projeto de capacitação deve ser realizada por meio de entidades externas para garantir a conformidade; Será necessário a implantação do documento de declaração do Capital intelectual tendo como base o European ICS Guideline; Será necessária a elaboração de um Documento de Diretrizes, com um capítulo de Gestão da Qualidade; Será necessário uma padronização do projeto de capacitação, respeitando algumas características regionais e estar atento a estratégias emergenciais, isto é, padronização com flexibilidade; A gestão do Risco deve ser um item a ser perseguido para a evolução do projeto de capacitação em pauta; A Ética é elemento chave no processo e no projeto; A Promoção e Disseminação das melhores práticas são elementos que irão mitigar as diferenças regionais de aprendizagem. Conclui-se com um framework gerencial para programas de capacitação na área contábil, mediado por tecnologia, no âmbito da governança corporativa.

Link para Download: Maria Clara Cavalcante Bugarim

GIUGLIANI, Eduardo. Modelo de Governança para Parques Científicos e Tecnológicos no Brasil. Tese. 2011.

O processo de absoluta ruptura enfrentado pela sociedade do conhecimento, baseada em elementos intangíveis, assim como pela globalidade e pelo potencial dos relacionamentos, tem induzido o mundo a novos caminhos e à evolução das organizações ao largo de suas experiências anteriores, visto serem estas em muitos aspectos inexistentes sob o foco das demandas atuais. Os Parques Tecnológicos, vetores mundialmente reconhecidos do desenvolvimento baseado em conhecimento e inovação, dentro da conjuntura econômica contemporânea, têm recebido especial atenção como um tipo de entidade organizacional diferenciada e relevante. Membros de uma cadeia de elementos voltados para capacitar um país ao desenvolvimento, os Parques Tecnológicos, assim como os Sistemas de Inovação, os Sistemas Produtivos Locais e os Arranjos Produtivos Locais, passam a ter seu modelo estrutural aprimorado, seus conceitos revistos, seus atores caracterizados, sua taxonomia definida e uma nova forma de relacionamento, interno e externo. Esta pesquisa projeta o conceito da Governança Corporativa (GC) sobre a estrutura organizacional de um Parque Tecnológico no Brasil, dentro do domínio de ciência, tecnologia e inovação, caracterizando-o como Parque Científico e Tecnológico (PCT), e busca, desse modo, definir a GC para este contexto, avaliá-la em sua origem, caracterizá-la e oferecer a proposição de um Modelo de Governança para Parques Científicos e Tecnológicos no Brasil, baseado em Campos de Análise da Governança aplicados ao ambiente brasileiro dos PCTs. Para esta finalidade, constituiu-se uma amostra com vistas à verificação do modelo proposto, a partir da elaboração de instrumentos metodológicos adequados a uma pesquisa de natureza aplicada e exploratória. Os resultados alcançados sugerem a aderência do modelo proposto aos princípios da GC, ampliando a base de análise desta às especificidades dos PCTs. Da mesma forma oferece um arcabouço organizacional com efetivas possibilidades de convergência aos conceitos e mecanismos da governança, permitindo a incorporação das reconhecidas boas práticas da governança aos processos organizacionais dos PCTs no Brasil.

Link para download: Eduardo_Giugliani

VASQUEZ, Joel Gregorio Perozo. Acessibilidade dos websites e transparência informacional na perspectiva da governança corporativa dos fundos de pensão. Dissertação, 2007

O objetivo geral do presente trabalho consiste em verificar a qualidade da acessibilidade dos sítios Web dos maiores Fundos de Pensão Brasileiros em aderência às boas práticas de Governança Corporativa e transparência informacional. Para alcançar tal objetivo, discutem-se aspectos relevantes sobre Previdência Complementar, Governança Corporativa, Acessibilidade Web e sua aplicação aos Fundos de Pensão; identificam-se as diretrizes de acessibilidade do W3C; listam-se as exigências legais sobre divulgação informacional dos Fundos de Pensão; e apresentam-se sugestões para a configuração de sítios Web acessíveis. Esta pesquisa pode ser delineada como de indução estatística, aplicada, exploratória, de campo e quantitativa de descrição, como o intuito de alcançar os objetivos propostos. Verifica-se na análise dos dados coletados que todos os sites da amostra precisam melhorar sua acessibilidade Web, e na divulgação online dos documentos que contêm informações vitais das EFPC, há necessidade de ampliar a disponibilização dos mesmos e inclusão de documentos não exibidos, principalmente o Manual de Governança Corporativa e o Manual de Ética.

Link para Download: Joel_Gregorio