Home » Posts tagged "educação a distância" (Page 3)

BRITO, Carlos Estrela. Educação a Distância no Ensino Superior de Moçambique: UAM. Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento. Tese, 2010.

Este trabalho tem como objetivo geral propor um modelo de Universidade Aberta para a EaD no Ensino Superior em Moçambique. Pretende-se com isso contemplar as iniciativas em curso e as dificuldades de infraestrutura da realidade local, partindo do modelo utilizado pela UFSC. A aderência desta pesquisa ao Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento deve-se ao fato de que esta é uma das linhas de pesquisa da área de Mídias do Conhecimento, justificando-se, assim, no âmbito da interdisdiplinaridade, cujos campos disciplinares pressupõem um eixo integrador no objeto de conhecimento. Dentre os instrumentos e métodos para dar respaldo a este trabalho, privilegiou-se a revisão bibliográfica; o diagnóstico do atual estágio de desenvolvimento da EaD em Moçambique; a estruturação da metodologia para o uso da Universidade Aberta do Brasil na formulação do modelo a ser proposto para Moçambique; a estruturação da pesquisa qualitativa para coleta de dados junto às instituições brasileiras eleitas como paradigma de análise; e a pesquisa quantitativa para a coleta de dados junto aos estudantes, por meio da aplicação dos questionários. Como resultado da pesquisa, constatou-se que os argumentos em relação ao acesso e crescimento da modalidade de ensino EaD estão contextualizados e justificados, por colocarem o emprego dessa modalidade de ensino enquanto meio de atender à população que busca acesso ao ensino superior. Por isso, o desafio é manter as IES atualizadas e em condições de uso com pessoal qualificado. É neste sentido que a discussão sobre a modalidade EaD para o público de educadores em exercício, que não possuem curso superior, como é o caso em Moçambique, deve ser conduzida, ou seja, precisa ser analisada à luz da realidade educacional e não somente nas experiências internacionais e interesses de mercado. É preciso retomar as discussões à luz da realidade educacional da universidade, da região e do Estado onde a EaD está inserida, e, num contexto maior, na realidade educacional do País. Conclui-se, assim, que não há um modelo único de EaD, mas sim parâmetros que devem ser cumpridos para dar qualidade, visibilidade e credibilidade a essa modalidade de ensino em Moçambique. As IES devem estudar qual a melhor maneira de desenvolvê-la em sua instituição, visando ao levantamento dos recursos tecnológicos e de infraestrutura física de que dispõe, revisando a proposta didático-metodológica que embasa seu referencial teórico e preparando o quadro docente e discente para este novo paradigma educacional.

Link para download: Carlos Estrela Brito

MACEDO, Claudia Mara Scudelari de. Diretrizes para criação de objetos de aprendizagem acessíveis. Tese, 2010.

A educação on-line se tornou o meio preferível em relação às outras modalidades para facilitar o aprendizado e disponibilizar conteúdos educacionais. Sob o olhar da educação inclusiva, oferece novas oportunidades de acesso aos indivíduos que possuem alguma forma de desabilidade. Estes conteúdos incluem várias mídias e são criados em formatos diversos utilizando uma grande variedade de ferramentas de autoria. A utilização de diferentes mídias e tecnologias para suporte ao aprendizado tende a ampliar os problemas de acessibilidade que são intrinsecamente ligados à mídia de apresentação do conteúdo. Esta tese propõe um conjunto de diretrizes para criação de objetos de aprendizagem acessíveis, com a intenção de orientar e contribuir com os professores conteudistas e desenvolvedores de objetos de aprendizagem na elaboração de materiais acessíveis pela disponibilização de mídias alternativas ou equivalentes. Neste trabalho, entende-se objetos de aprendizagem como conteúdo particular, que pode ser disponibilizado em ambientes de aprendizagem, em repositórios específicos ou na web, e que além de ser um objeto de informação, possuem um objetivo de aprendizagem bem definido que pode ser mensurável; o que os distingue dos demais conteúdos distribuídos na internet. As diretrizes criadas são fundamentadas na análise e na convergência dos “Princípios de Design Universal”, com as “Recomendações de Criação de Conteúdo Acessível para web” do W3C, e com as “Melhores Práticas para Produção de Aplicativos e de Conteúdo Acessível” apresentadas nas guias do Instructional Management Systems (IMS). A amostra de experimentação das diretrizes, de abordagem neutra no que se refere às teorias educacionais e de design instrucional, foi testada por um grupo de especialistas que desenvolve e disponibiliza conteúdo em ambientes de aprendizagem digital. Observou-se a validade da criação e utilização das diretrizes, visto que os especialistas foram capazes de produzir objetos de aprendizagem acessíveis, segundo o conjunto de diretrizes para a criação de objetos de aprendizagem acessíveis proposto.

Link para download: Claudia Mara Scudelari de Macedo

PACHECO, Andressa Sasaki Vasques. Evasão e permanência dos estudantes de um curso de administração do sistema Universidade Aberta do Brasil: uma teoria fundamentada em fatos e na gestão do conhecimento. Tese, 2010.

A permanência e a evasão são temas inerentes a todas as Instituições de ensino superior (IES) não sendo diferente na esfera pública, sendo que estas têm uma sinalização da busca de pesquisa sobre esse tema por parte do MEC (Ministério de Educação e Cultura), solicitando aos cursos pesquisas nesse sentido. Assim, esta tese tem como proposta de objetivo Desenvolver uma construção teórica da gestão do curso de administração a distância da UFSC nos processos de evasão e permanência do estudante sob a ótica multiparadigmática. Esta pesquisa adota o método da Grounded Theory, por perceber a contribuição desse método para o desenvolvimento de teorias, bem como sua adaptabilidade ao campo de estudo, o tema e objetivos. Desta forma, foi realizado um estudo de caso qualitativo, tendo como foco de estudo o Curso de Administração a distância da Universidade Federal de Santa Catarina. Foram feitas sessenta entrevistas com os gestores, alunos e tutores. Para a análise desse estudo, foi utilizada a abordagem multiparadigmática, de acordo com os paradigmas interpretativista (predominante), funcionalista, teoria crítica (humanista radical e estruturalista radical) e a gestão do conhecimento. Quanto ao seu resultado, fazendo-se a uma avaliação da abordagem multiparadigmática utilizada, pode-se perceber que o paradigma mais atuante no curso é o funcionalista, por meio da busca da efetividade. Há poucos sinais do paradigma da teoria crítica nas ações do curso, mas na fala dos entrevistados, principalmente em relação as dificuldades do curso e a preparação do aluno. Em relação a teoria fundamentada em dados desenvolvida, o ponto principal percebido da gestão foi a estrutura de gestão e da variabilidade de opções disponibilizadas aos alunos.

Link para download: Andressa Pacheco

KOTUJANSKY, Silvio. Um modelo para a elaboração colaborativa de conteúdos didáticos digitais que utilizem a metáfora de histórias em quadrinhos e recursos hipermídia. Dissertação, 2009.

Este trabalho apresenta uma proposta para melhoria do processo de elaboração de conteúdos para cursos digitais presenciais e à distância. A pesquisa é orientada no objetivo de se obter um bom resultado no aprendizado do aluno e no desafio de se obter rapidez e eficiência na elaboração dos conteúdos. A presente pesquisa teve como cenário o projeto de criação da Coleção Educação Digital – Educação num Clique do SESI-SC que faz parte do Projeto Educação do Trabalhador. Através da metáfora das histórias em quadrinhos foram criados onze cursos para alunos jovens e adultos do ensino fundamental e médio. Cada curso com uma carga horária média de 50 horas. Para vencer o desafio de criação dos onze cursos em um período de 18 meses, técnicas de Computer Supported Cooperative Work (CSCW) foram utilizadas para prover a eficiência esperada com as equipes responsáveis pela elaboração dos cursos que na maioria do tempo trabalhou à distância através da Internet. O resultado da pesquisa culminou no desenvolvimento de um ambiente computacional especializado na criação de cursos por equipes multidisciplinares que trabalham à distância.

Link para download: Silvio Kotujansky

SCHONS, Claudine. Validação de critérios para material didático assíncrono em Educação a Distância. Dissertação, 2009.

A pesquisa busca aplicar uma ferramenta para testar sua funcionalidade e validade nos materiais didáticos assíncronos na EAD. Apresenta como objetivo identificar e agrupar critérios de qualidade nos materiais didáticos assíncronos. Procura também identificar os critérios de qualidade utilizados por organizações nacionais e internacionais. Como metodologia utiliza-se pesquisa bibliográfica e documental para compor a revisão de literatura e  abordagem quantitativa para criação da ferramenta LVCEAD com base em 23 critérios de conteúdo, 19 critérios de linguagem e 22 critérios de estética. Apresenta também abordagem qualitativa para verificação da conformidade nos materiais didáticos assíncronos em 5 Cursos de Licenciatura, Bacharelado e Extensão na modalidade a distância, sendo 2 online de uma Instituição Européia e com acesso livre e 3 impressos de uma IFES com 342 horas de duração das disciplinas. Os resultados da aplicação indicaram que os Cursos apresentaram 70% de conformidade nos critérios de linguagem, destacando a necessidade de uma linguagem clara, pessoal, simples, dialógica e direta para elaboração de um material assíncrono estimulante. Em relação aos critérios de estética os Cursos apresentaram 70% de conformidade, ressaltando a importância de uma boa aparência nas unidades em termos de formato, tamanho das letras, tipologia, fundos e capa da unidade. E no que tange o conteúdo constatou-se que, os Cursos apresentaram mais de 60% de conformidade, identificando que os materiais devem ser elaborados de forma que estimule os alunos a desempenhar um papel ativo em sua própria aprendizagem. Portanto, conclui-se que a ferramenta LVCEAD permite ganhos de tempo e de recursos na produção e elaboração dos materiais didáticos assíncronos em EAD.

Link para download: Claudine_Schons

OTERO, Walter Ruben Iriondo. Educação a distância: desenvolvimento de habilidades cognitivas de alto nível em e-learning. Tese, 2008.

Esta pesquisa analisa como acontece o desenvolvimento das habilidades cognitivas de alto nível nos cursos de ensino superior ministrados a distância, na modalidade elearning. Para a execução da pesquisa de campo foram escolhidas seis universidades do Reino Unido: The University of Manchester, Open University, Manchester Metropolitan University, University of Liverpool, University of London, e Cranfield University. Na pesquisa, identificou-se a percepção dos professores e pesquisadores sobre o tema; investigaram-se os fatores determinantes e restritivos para o desenvolvimento das habilidades cognitivas de alto nível no modo e-learning; identificaram-se as atividades acadêmicas que facilitam o desenvolvimento das referidas habilidades, os procedimentos para avaliar o desenvolvimento dessas habilidades cognitivas e estabeleceram-se os vínculos que facilitam o seu desenvolvimento. Buscaram-se a interpretação e comprovação conceitual, a partir da análise da prática concreta das conclusões provenientes das opiniões dos informantes-chave envolvidos com o tema, das observações de campo e demais materiais coletados. A pesquisa é de cunho exploratório, com tratamento de dados predominantemente qualitativos, e apresenta os resultados de forma descritiva. A população do estudo é formada por professores e pesquisadores de instituições de ensino superior, em razão de os mesmos estarem em contato direto com as questões mais significativas do desenvolvimento de cursos ministrados a distância na modalidade e-learning. Os dados foram obtidos por meio de pesquisa documental e por entrevistas semi-estruturadas. Consolida-se, portanto, a ênfase teórica da importância da presença das referidas habilidades nos cursos universitários. O estudo evidencia que o e-learning apresenta diversos benefícios para facilitar o desenvolvimento das habilidades cognitivas de alto nível, sendo a capacidade de desenvolver atividades assíncronas a qualidade apontada com mais freqüência pelos entrevistados. Evidencia também fatores restritivos, como a dificuldade no estudo autônomo por parte dos estudantes na modalidade e-learning. São apontadas diversas atividades para facilitar o desenvolvimento de habilidades cognitivas de alto nível. A análise dos resultados permitiu a apresentação de diretrizes para nortear o desenho de cursos de ensino superior ministrados na modalidade e-learning, que objetivem o desenvolvimento de habilidades cognitivas de alto nível. Os resultados destacam que o desenvolvimento de habilidades cognitivas de alto nível estão presentes em todos os cursos ministrados pelos entrevistados, contudo, nem sempre fazem parte dos objetivos específicos dos referidos cursos.

Link para download: Walter Ruben Iriondo Otero

GULARTE, Delmar dos Santos. Formação de professores em educação a distância: as lições do curso UNIVIMA/UFSC. Dissertação, 2007.

Esta dissertação é um estudo instrumental sobre o curso ‘Formação em Educação a Distância’, uma parceria da Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC – e da Universidade Virtual do Estado do Maranhão – UNIVIMA – que capacitou 404 professores da rede pública maranhense – praticamente todos de nível superior – para trabalhar com EaD. Um curso sobre educação a distância concebido na própria modalidade. O estudo de caráter quantitativo e qualitativo utilizou as avaliações subjetivas realizadas pelos educandos no ambiente virtual, assim como a pesquisa que mensurou suas opiniões sobre os elementos principais do curso: o material didático, o próprio ambiente virtual, as videoconferências, a tutoria, a coordenação e a estrutura dos pólos da UNIVIMA, o curso em sua totalidade e o desempenho de cada educando como estudante a distância. A coleta, a análise, a descrição e a interpretação dos dados seguiram os princípios da técnica de avaliação de conteúdo. O processo foi orientado pelo objetivo que norteou a investigação: a sugestão de mudanças que possam aprimorar ações futuras em EaD direcionadas aos docentes de nível superior. Para se conseguir maior objetividade dos indicadores na avaliação subjetiva, se procurou valorizar as declarações mais recorrentes. Assim, os dados quantitativos se complementaram por explicações que foram além do simplesmente numérico e abrangeram questões referentes a valores, percepções, motivações e intenções. A contribuição do trabalho para sua área de concentração, não se limita à elaboração de estratégias direcionadas a uma instituição apenas. A confiabilidade dos resultados advém da observação direta e da análise mais qualitativa do processo que considerou principalmente as atitudes na utilização da tecnologia, a eficácia das exposições do professor e o nível das discussões, a quantidade e a qualidade das interações, a apresentação do conteúdo, as atividades, a estrutura de suporte, o envolvimento dos próprios estudantes com o curso e a contribuição do corpo docente. A conclusão apresenta sugestões para o aperfeiçoamento do sistema, ao confrontar os dados obtidos e os pressupostos teóricos. Com este trabalho, espera-se atender a uma demanda cada vez maior de formação de profissionais qualificados para implantar novas formas de educação.

Link para Download: Delmar Gularte

VIEIRA, Eleonora M. F. Fluxo informacional como processo à construção de modelo de avaliação para implantação de cursos em educação a distância. Tese, 2006.

Esta tese de doutorado tem por objetivo a construção de um modelo de avaliação para implantação e acompanhamento de cursos na modalidade a distância como suporte a gestão do ensino superior. O trabalho está focado na necessidade de construir um modelo capaz de assegurar a qualidade na implantação e no desenvolvimento dos cursos a distância. Como base teórica de sustentação do trabalho se utiliza análises de procedimentos avaliadores nacionais e internacionais. Estabelece-se uma razão analítica do fluxo informacional como instrumento para atingir o objetivo principal. Para cumprir tal objetivo segue-se uma abordagem metodológica normativa/descritiva/aplicada, com predominância qualitativa. Como resultado deste trabalho apresenta-se um modelo de avaliação submetido a uma verificação de sua aplicabilidade por especialistas do Ministério da Educação.

Link para Download: Eleonora Falcao