Home » Posts tagged "Disseminação do Conhecimento"

ZWIRTES, Amanda Machado. Comino: Modelo de Comunicação Digital da Marca de Inovação Baseado em Conhecimento de Benchmark. Tese, 2017.

Este estudo trata especialmente do registro digital e da disseminação do conhecimento sobre inovação, com base em uma pesquisa sobre comunicação da marca inovadora ou de inovação. Como resultado da etapa exploratória da pesquisa, a marca 3M foi considerada benchmark de melhores práticas em inovação. Portanto, por seu objeto de referência, trata-se de uma pesquisa de benchmarking, cujo interesse foi observar e descrever as melhores práticas de registro e disseminação do conhecimento, no processo de comunicação digital da marca de inovação. Em seguida, as informações, previamente coletadas e descritas, foram organizadas para compor o modelo COMINO de comunicação digital da marca de inovação, para ser acessível, adaptável e útil a outras organizações. O modelo proposto interessa especialmente aos gestores de organizações, institucionais ou empresariais, que são identificados com inovação e pretendem investir no posicionamento de sua marca como inovadora. A coleta de informações foi principalmente decorrente de pesquisa documental realizada através da rede digital Internet. Os principais documentos consultados foram as páginas do website institucional com informações originais referentes aos anos de 2015 e 2016; os relatórios oficiais da marca, mais especificamente, os cinco relatórios anuais de Sustentabilidade dos anos de 2010 a 2016, e os documentos relacionados às edições de 2012; 2013 e 2015, do prêmio de inovação Best Innovator. Enfim, o modelo proposto foi estruturado a partir da construção de benchmarking, como metodologia para identificação das melhores práticas em organizações, com foco na marca de inovação. Além disso, o modelo foi positivamente avaliado por especialistas brasileiros em inovação, que atuaram como sujeitos colaboradores da pesquisa, na condição de avaliadores. Para tanto, esses especialistas puderam apreciar o material produzido, para concordar, discordar ou não opinar sobre as 17 questões estruturantes, que reúnem e categorizam estratégias, ações e produtos, articulados e indicados, no contexto das melhores práticas designadas no modelo.

Download do Link: Amanda Machado

SCHMIEGELOW, Sarah Schmithausen. Disseminação do Conhecimento de Moda na Comunicação Digital de Marcas Populares de Vestuário e Acessórios. Dissertação, 2016.

Neste trabalho é abordada a comunicação das marcas populares de vestuário e acessórios, com ênfase na disseminação do conhecimento de Moda nas mídias digitais. O conhecimento é tratado como um processo de associação, sendo o conhecimento básico caracterizado pela associação de um sinal ou substancia expressiva com, ao menos, uma forma ou ideia. Também foi adotada a distinção entre o conhecimento tácito, resultante de associações intuitivas ou afetivas, e o conhecimento explícito, derivado de associações codificadas ou convencionais. A mídia é abordada sob um ponto de vista estrutural, portanto, é considerada a parte física da informação. A mídia está inserida no processo comunicativo como o sistema físico que suporta, modela e transmite a informação. Assim, um conhecimento é estabelecido quando a observação de uma mídia, como a parte física da informação, resulta na associação com uma ideia ou forma na mente do observador. Para uma marca adquirir valor simbólico, ela deve ser associada a abstrações ideais de valor social ou cultural, através do gerenciamento dos recursos de mediação que suportam, expressam e divulgam informações sobre a marca. As marcas populares de vestuário e acessórios, atuantes no mercado brasileiro, buscam se associar ao conceito de Moda, ativo intangível que apresenta forte valor ou apelo na cultura atual. O objetivo deste estudo é descrever os processos de comunicação de quatro marcas populares – C&A, Lojas Renner, Marisa e Riachuelo, com ênfase na disseminação do conhecimento de Moda. Esta descrição foi feita a partir de fontes documentais, tendo como base a rede digital Internet. Como resultados, verificou-se uma série de estratégias, recursos e ações desenvolvidas pelas marcas visando o reposicionamento como “marcas de Moda”. A qualificação de um produto, serviço ou comportamento de “Moda” ocorre a partir da legitimação atribuída e disseminada por instituições, profissionais peritos e mídia especializada em Moda, que compõem o sistema cultural de Moda. Assim, além de tomar como exemplo a dinâmica cultural e comercial das grifes de Moda, as marcas populares estudadas também desenvolveram e consolidaram estratégias e ações típicas do seu segmento de mercado para disseminar o conhecimento de Moda para o público.

 

Link para download: Sarah Schmithausen Schmiegelow

ZANCANARO, Airton. Produção de Recursos Educacionais Abertos com Foco na Disseminação do Conhecimento: Uma Proposta de Framework. Tese, 2015.

O movimento openness trata o conhecimento como um bem público, e os Recursos Educacionais Abertos (REAs), por sua vez, têm a intenção de promover a qualidade do ensino e levar a inovação para dentro do sistema educacional através de recursos disponibilizados abertamente, sob uma licença de uso. Uma análise da literatura sobre REA revelou não a falta, mas a dificuldade que os produtores de conteúdo têm para localizar os recursos desejados. Isto acontece pela carência de repositórios apropriados e/ou pela falta de padronização dos materiais por aqueles que os produzem. Neste sentido, esta tese tem o objetivo de elaborar e verificar um framework para a produção de REAs com foco na disseminação do conhecimento. Após uma busca sistemática da literatura, constitui-se um ciclo para a produção, composto pelas fases de análise e design, codificação, uso e avaliação, e publicação. Com base nos fatores de sucesso para a disseminação do conhecimento e confrontando-os com a literatura pesquisada sobre REA, chegou-se à proposição de um conjunto de requisitos para a produção de REAs com foco na disseminação do conhecimento, na forma de questões e objetivos. Esses requisitos foram verificados por um grupo de 16 especialistas, e as considerações foram analisadas e incorporadas ao framework. Posteriormente, houve o refinamento do texto das questões e dos objetivos com o auxílio de quatro não especialistas na temática REAs que analisaram a clareza e coerência destes, e novamente o framework sofreu ajustes. Por fim, o framework foi aplicado na prática com a produção de videoaulas por uma equipe interdisciplinar e foram realizadas as últimas adequações. Como principal resultado deste estudo tem-se um framework para a produção de REAs de modo a promover a disseminação do conhecimento. Além disso, três videoaulas que oferecem orientações para quem deseja fazer o caminho de Santiago de Compostela estão disponíveis na rede, demonstrando, assim, a ocorrência da disseminação do conhecimento. Produzir materiais respeitando as questões éticas e legais não é uma tarefa simples. Contar com um guia (meio) na produção de REAs possibilitará que novos materiais sejam reutilizados, revisados e recontextualizados, viabilizando a melhoria na qualidade dos materiais educacionais e provocando maior disseminação do conhecimento.

 

Link para download: Airton Zancanaro

SILVA, Charles Odair Cesconetto da. A Disseminação do Conhecimento Científico através do Filme Documentário. Dissertação, 2013.

Com a expansão e popularização da WEB e da TV, estas tornaram-se as principais fontes de acesso ao conhecimento científico de uma significativa parcela da população (National Science Board, 2008). Neste sentido, considera-se que os documentários científicos representam um potencial instrumento de consciência e educação. Com o intuito de contribuir com a sistematização do estudo sobre documentário e disseminação do conhecimento científico, o presente trabalho busca compreender as características de filmes documentários cuja finalidade seja a disseminação de conhecimentos científicos. Para se chegar ao objetivo, foi realizada uma pesquisa bibliográfica de caráter exploratório para relacionar conceitos de “conhecimento científico” e “documentário científico”. Adotou-se como metodologia, a pesquisa qualitativa e o estudo de caso. Seguindo os procedimentos metodológicos, foram analisados três documentários, o que permitiu a compreensão da estrutura narrativa e técnica destes. Como resultados chegou-se à conclusão de que os documentários que tenham esta finalidade devem simplificar os conhecimentos abordados, de maneira a facilitar a compreensão por parte do público geral; devem usar todos os meios possíveis para que ele seja atraente para o espectador e, acima de tudo, o discurso e a defesa das ideias contidas nestes filmes devem respeitar critérios e procedimentos científicos.

Link para Download: Charles Odair Cesconetto da Silva

PRADO, Maria de Lourdes. Criação e disseminação de conhecimento em empresas prestadoras de serviços na área de telecomunicações. Dissertação, 2012.

O diferencial competitivo das organizações, na era atual do conhecimento, não se baseia em mão de obra e recursos naturais abundantes e baratos, e sim no conhecimento que os colaboradores trazem consigo, nas informações que a empresa possui, recebe e precisa rapidamente transformá-las em conhecimento, e na correta e eficiente disseminação dos mesmos. A vantagem competitiva advém do fato de ser capaz de fazer algo que as outras não conseguem. O crescimento do nível de exigência dos consumidores e da concorrência em todos os setores da economia, pelo grande número de empresas atuantes no mercado, faz com que novos produtos e serviços sejam disponibilizados aos clientes quase que diariamente. Para lidar com todas essas modificações e permanecer competitiva a empresa prestadora de serviços de telecomunicações objeto deste trabalho de pesquisa, precisa estar atenta a alguns aspectos como a rotatividade de mão de obra, uma vez que sua produtividade está também ligada à quantidade e qualidade da mão de obra alocada em atendimento aos requisitos contratuais. Assim, a empresa anseia por conhecimento e sua correta e eficiente disseminação. Nesse contexto, a pesquisa apresenta como objetivo, a análise do processo de criação e disseminação do conhecimento organizacional de uma empresa prestadora de serviço na área de telecomunicações. A metodologia aplicada foi um estudo de caso em uma empresa prestadora de serviços na área de telecomunicações e desenvolvida por meio de questionário aplicado à força de vendas e realização de entrevista semi-estruturada com a gerência, coordenação e supervisão das equipes de vendas. Dessa forma foi possível identificar a necessidade, quais são e como ocorre a criação e disseminação de conhecimentos necessários para uma empresa nessa área.

 Link para download: MARIA DE LOURDES PRADO

SÁ, Paulo Roberto Oliveira de. Engenharia do Conhecimento Aplicada a Criação Automatizada de Conteúdo Interativo para TV Digital. Dissertação, 2012.

Este trabalho a partir de analise de características do modelo técnico e de inovação do padrão de TV Digital aberta do Brasil, além de revisão bibliográfica, propõe modelo de sistema automatizado baseado em engenharia do conhecimento que auxilia na criação de conteúdo interativo básico ao implementar um banco de conhecimento, criado a partir de informações e dados disponíveis na Web, colhidos e tratados usando ontologias, e Linked Data, para então serem convertidos em programação NCL (também de forma automatizada), pronto para ser disponibilizado juntamente com a programação fixa de áudio e vídeo de um canal de TV Digital no padrão ISDB-TB. Este trabalho também apresenta aplicativo que usa os modelos e técnicas aqui descritos e gera conteúdo adicional interativo de forma automatizada principalmente referente a filmes, haja visto a grande quantidade de informações sobre os mesmos disponíveis na Web, validando assim a proposta e demonstrando sua viabilidade.

Link para Download: Paulo Roberto Oliveira de Sa

SCHMITT, Valdenise. Tendências dos jornais on-line na disseminação personalizada do conhecimento. Tese, 2012.

As organizações jornalísticas produzem, reproduzem e disseminam conhecimento. A notícia é o exemplo mais peculiar de conhecimento distribuído por tais organizações, que empacotam notícias e publicam sob o nome de jornal. Ao longo dos anos, os jornais trocaram consideravelmente suas tecnologias de produção e distribuição, mas seu veículo de disseminação, tinta sobre o papel, não sofreu mudanças significativas até o início de 1980, quando iniciativas de publicação eletrônica foram disponibilizadas para assinantes. Naquela época, pesquisadores do Instituto de Tecnologia de Massachusetts começaram a explorar projetos que se tornaram coletivamente conhecidos como Daily Me, expressão popularizada por Nicholas Negroponte, que propagou a ideia de um jornal personalizado, segundo os gostos e interesses individuais dos leitores. Nos anos 1990, a web se tornou uma poderosa plataforma de publicação eletrônica e começou a ser utilizada pelas organizações jornalísticas, na comunidade acadêmica, o conceito de customização em massa foi desenvolvido, transformado em modelo de negócio e citado na literatura como característica das organizações do conhecimento. No sistema de produção customizada, informações sobre o consumidor são obtidas e gerenciadas pelas empresas para a oferta de produtos e serviços individualizados. Tais tarefas se tornaram eficientemente e economicamente viáveis com os avanços tecnológicos, particularmente, aqueles relacionados aos sistemas computacionais, dos quais os sistemas de recomendação se destacam como tecnologias de combinação que permitem tratar cada usuário como indivíduo único. O objetivo desta tese é investigar a personalização nos jornais on-line contemporâneos e as tendências e prospectivas do mercado. Para isso, circunscreve-se o objeto de estudo, a personalização de notícias na mídia on-line, ao quadro de mudanças administrativas e tecnológicas das últimas três décadas de inovação, quando surgiram novos métodos de gestão e tecnologias tornaram possível a criação de mídias do conhecimento com serviços semiautomáticos para a geração, a distribuição e o consumo de conhecimento. Para cumprir o objetivo proposto, a pesquisa bibliográfica é o procedimento por excelência. Está presente em todas as fases do trabalho, possibilitando o “estado da arte” interdisciplinar dos estudos sobre o objeto, esclarecendo conceitos e fornecendo elementos para a triangulação metodológica a fim de entender a natureza do fenômeno e produzir novos conhecimentos. Por meio da pesquisa de campo, investigou-se: as opções de adaptação de conteúdo nos jornais on-line, se dados e informações dos usuários são coletados e gerenciados para a oferta de serviços personalizados que aumentam o valor de uso das notícias e se a personalização de conteúdo é uma possível tendência dos jornais on-line. Os resultados demonstram que a customização de notícias está ainda muito no começo. As aplicações de recomendação controlada pelo sistema, com base no perfil individual do usuário, são pouco comuns. Todavia, a pesquisa aponta que a entrega de notícias segundo os gostos e interesses do usuário é uma tendência em evolução. A estratégia é relevante como meio de monetizar o conteúdo digital, uma vez que adiciona mais valor para o usuário, que tende a ficar disposto a pagar pelas notícias e informações de valor. A ideia não é entregar um pacote apenas com as notícias de interesse do usuário, uma parte será selecionada pelos editores dos jornais, outra, por algoritmos computacionais. Assim, a função social do jornalismo é preservada nas mídias do conhecimento personalizadas. No século 21, as organizações jornalísticas estão fazendo esforços para se tornarem organizações do conhecimento. Além de produzir, reproduzir e disseminar conhecimento, elas começam a criar valor organizacional para assegurar que seus produtos e serviços forneçam mais valor para seus consumidores.

Link para Download: Valdenise Schmitt

GIGLIO, Kamil. Análise comparativa entre IPTV, WEBTV e TVD com foco em disseminação do conhecimento. Dissertação, 2010.

O tema proposto tem por intuito realizar uma análise comparativa entre padrões digitais de televisão, com foco na disseminação do conhecimento. Para tanto, é contextualizado o cenário socioeconômico e tecnológico atual, representado pela sociedade do conhecimento, com objetivo de demonstrar as diferenças e convergências entre as tecnologias escolhidas para análise. Neste sentido, foram selecionados três padrões, Internet Protocol Television (IPTV), Televisão pela Web (WebTV) e TV digital Terrestre (TVD), que se apresentam como alternativas potenciais e congruentes com o objetivo principal da pesquisa. A metodologia adotada baseou-se numa pesquisa bibliográfica e descritiva, com foco em três áreas interdisciplinares de pesquisa: a Engenharia do Conhecimento, a Gestão do Conhecimento e a Mídia do Conhecimento. Para a realização da análise comparativa foram estabelecidos alguns indicadores/critérios, baseados na revisão sistemática da literatura, que se utilizou da pesquisa quantitativa em estudos de trabalhos correlatos, pesquisados em base de dados específica. Por fim, com os resultados obtidos na pesquisa busca-se contribuir no processo de desenvolvimento da disseminação e compartilhamento do conhecimento através de mídias digitais, dissertando sobre as principais características que compõem cada padrão e cooperar na discussão e no processo de desenvolvimento do mercado e da academia.

Link para download: Kamil Giglio