Home » Posts tagged "Comunicação Digital"

ZWIRTES, Amanda Machado. Comino: Modelo de Comunicação Digital da Marca de Inovação Baseado em Conhecimento de Benchmark. Tese, 2017.

Este estudo trata especialmente do registro digital e da disseminação do conhecimento sobre inovação, com base em uma pesquisa sobre comunicação da marca inovadora ou de inovação. Como resultado da etapa exploratória da pesquisa, a marca 3M foi considerada benchmark de melhores práticas em inovação. Portanto, por seu objeto de referência, trata-se de uma pesquisa de benchmarking, cujo interesse foi observar e descrever as melhores práticas de registro e disseminação do conhecimento, no processo de comunicação digital da marca de inovação. Em seguida, as informações, previamente coletadas e descritas, foram organizadas para compor o modelo COMINO de comunicação digital da marca de inovação, para ser acessível, adaptável e útil a outras organizações. O modelo proposto interessa especialmente aos gestores de organizações, institucionais ou empresariais, que são identificados com inovação e pretendem investir no posicionamento de sua marca como inovadora. A coleta de informações foi principalmente decorrente de pesquisa documental realizada através da rede digital Internet. Os principais documentos consultados foram as páginas do website institucional com informações originais referentes aos anos de 2015 e 2016; os relatórios oficiais da marca, mais especificamente, os cinco relatórios anuais de Sustentabilidade dos anos de 2010 a 2016, e os documentos relacionados às edições de 2012; 2013 e 2015, do prêmio de inovação Best Innovator. Enfim, o modelo proposto foi estruturado a partir da construção de benchmarking, como metodologia para identificação das melhores práticas em organizações, com foco na marca de inovação. Além disso, o modelo foi positivamente avaliado por especialistas brasileiros em inovação, que atuaram como sujeitos colaboradores da pesquisa, na condição de avaliadores. Para tanto, esses especialistas puderam apreciar o material produzido, para concordar, discordar ou não opinar sobre as 17 questões estruturantes, que reúnem e categorizam estratégias, ações e produtos, articulados e indicados, no contexto das melhores práticas designadas no modelo.

Download do Link: Amanda Machado

GIGLIO, Kamil. Ambiente de Conhecimento da Marca centrada em televisão interativa: convergência digital para um novo modelo de comunicação. Tese, 2014.

No sistema capitalista, os meios econômicos de produção são determinantes no desenvolvimento de outras esferas socioculturais. Historicamente, os produtos da tecnologia são instrumentos da expansão econômica e agentes das transformações sociais. Isso também diz respeito aos produtos da tecnologia eletrônico-digital que, nas últimas décadas, revolucionaram os valores e os costumes socioculturais. Pois, entre outras consequências, consolidou-se a supremacia do consumo de bens simbólicos, como ativos intangíveis, sobre o consumo de bens duráveis, como ativos tangíveis. Com relação à tecnologia digital hipermídia e o contexto de transição no qual se encontra, as telas videográficas dos dispositivos eletrônicos fixos e móveis atuam como campo mediador da vida social e profissional do público que dispõe de acesso e domínio dos meios digitais. Isso alterou e continua alterando os padrões de compreensão e uso dos processos comunicativos. Por consequência, também, transforma os modelos de sociabilidade, fundando uma cultura audiovisual típica desta era digital, caracterizada pela ampliação social da vida privada. A tecnologia digital sustenta a cultura do consumo simbólico das marcas institucionais e comerciais que, também, é relacionada ao fetichismo tecnológico. Neste contexto, a tecnologia digital e os meios de comunicação tornam-se pervasivos e cada vez mais íntimos dos interagentes das marcas. Isso é descrito neste estudo sobre o emprego da tecnologia, em diversos ambientes – físicos e virtuais, e dos recursos narrativos da televisão digital na comunicação da marca institucional e comercial. Primeiramente, trata-se de um estudo exploratório que ofereceu as bases para o desenvolvimento de uma pesquisa aplicada à configuração do modelo estruturante da comunicação da marca, dividido e organizado por módulos baseados em três diferentes tipos de redes (centralizada, descentralizada e distribuída). A configuração do modelo contou com a participação consultiva e avaliativa de grupos de especialistas em marcas, televisão e cultura digital, que atuaram como sujeitos colaboradores da pesquisa. Também, foram considerados diferentes meios eletrônico-digitais que suportam e expandem o que se entende por formato televisivo na contemporaneidade. Em síntese, trata-se de um estudo interdisciplinar aplicado, que relacionou conhecimentos de Engenharia, Mídia e Gestão do Conhecimento, na composição de um modelo de comunicação para estruturar uma programação do conteúdo, destinada à comunicação em
rede da marca institucional e comercial em uma TV disposta em ambiente web e estendida para locais físicos (públicos).

 

Link para download: Kamil Giglio