Home » Posts tagged "Comunicação"

CAMACHO, Jhoana Raquel Cordova. Identidad Organizacional: Diagnóstico de la Identidad Organizacional en una Instituición de Educación Superior. Dissertação, 2015.

O presente trabalho tem como foco contribuir para campo da pesquisa na área organizacional e comunicacional, depreendendo sobre os fundamentos teóricos que existem referentes à identidade e alinhamento organizacional dentro das universidades. Apresenta-se uma conceituação de Identidade Organizacional como construto que se desenvolve, desde a sua aparição como conceito com autores clássicos como Aristóteles, até o momento em que foi incluído dentro do campo organizacional. A posição dos autores é revisada para identificar o conceito genérico em que o estudo se baseia e elementos de Identidade Organizacional e suas dimensões são identificados. Diante do conhecimento identificado, verifica-se a importância de aplicar estes elementos nas instituições de ensino superior. A pesquisa classifica-se quanto aos seus objetivos como exploratória e descritiva. Em relação aos procedimentos metodológicos, a investigação é de abordagem qualitativa utilizando o estudo de caso para a empiria. A população entrevistada foi composta por docentes de uma universidade do Equador que participam de pesquisas, extensão e gestão institucional. Os resultados apurados mostram que as questões ligadas à Identidade Organizacional têm como ponto relevante a ponderar a fragilidade da liderança. Diante deste quadro é importante propor uma estratégia de comunicação embasadas nos pontos a fortalecer a liderança. A aplicação do presente estudo é relevante, tanto nos processos de Gestão do Conhecimento, quanto em Mídia do Conhecimento.

 

Link para download: Jhoana Raquel Cordova Camacho

GUEUDEVILLE, Rosângela M. Avaliação da Comunicação entre a Equipe Multidisciplinar e do Tempo de Permanência na UTI, Após a Introdução do Formulário de Objetivos Diários. Dissertação, 2007.

Este estudo, cujo tema é a comunicação na Unidade Terapia Intensiva, tem caráter qualitativo e descritivo. A pesquisa de campo foi realizada no Hospital Português, em Salvador – Ba, com o objetivo de mensurar o impacto da introdução de um formulário de objetivos diários na comunicação entre a equipe multidisciplinar; definir os critérios para quantificar o impacto do formulário de objetivos diários na comunicação; avaliar e comparar o impacto do formulário no entendimento de cada categoria profissional analisada, relativamente aos objetivos de cuidado diário e os procedimentos que precisam ser executados para o paciente melhorar; identificar a opinião dos profissionais sobre a comunicação na unidade em estudo; mensurar o tempo de permanência dos pacientes e demonstrar as relações causais entre o tempo de permanência dos pacientes na UTI e a eficiência da comunicação após a introdução do formulário. Para alcançar os objetivos propostos, foram realizadas pesquisas bibliográfica, documental e direta. Os dados e informações analisados apontam como resultados: maior entendimento dos profissionais no grupo exposto, em relação ao grupo controle; a maioria dos profissionais acredita que a comunicação na UTI não é ideal, sendo que a sugestão mais freqüente para reverter esta situação foram visitas multidisciplinares; o tempo de permanência encontrado foi menor no grupo exposto, porém sem diferença estatisticamente significante; não foram citados aspectos negativos quanto à introdução do formulário na rotina da UTI e os principais aspectos positivos foram maior integração entre a equipe, visão integral do paciente, condutas uniformes e melhoria na qualidade de atendimento.

Link para download: Rosângela Gueudeville