Home » Gestão do Conhecimento » DALL’AGNOL, Roberto Mauro. A Gestão Da Inovação Nas Universidades: O Capital Social E A Institucionalização De Unidades De Inovação No Ambiente Acadêmico. Tese, 2010.

DALL’AGNOL, Roberto Mauro. A Gestão Da Inovação Nas Universidades: O Capital Social E A Institucionalização De Unidades De Inovação No Ambiente Acadêmico. Tese, 2010.

A inovação está associada à capacidade de criação e disseminação do conhecimento. O compartilhamento de conhecimentos é, portanto, um aspecto ligado à essência da gestão da inovação, uma vez que possibilita a disseminação e a criação de novos conhecimentos e consequentemente potencializa a inovação. A pesquisa que se apresenta refere-se à gestão da inovação no ambiente acadêmico, concentrando-se nos segmentos responsáveis por essa gestão, conhecidos como NIT’s, Agências, Escritórios, etc. e aqui denominados de Unidades de Inovação – UI. A problemática pesquisada consistiu na identificação de contribuições para melhorias na gestão da inovação concentrando-se no Capital Social e na Institucionalização das UI – o primeiro por ser meio de compartilhamento de conhecimentos e o segundo como suporte às necessidades estruturais das UI – Ambos foram definidos como dimensões da pesquisa. O referencial teórico apóia-se em conceitos e elementos da Inovação, Gestão da Inovação, Institucionalização de UI e Capital Social, demonstrando a forte relação de influência entre as temáticas. A pesquisa desenvolvida foi de natureza aplicada, adotando uma abordagem qualitativa, de caráter exploratório; como procedimento utilizou-se a pesquisa bibliográfica e a pesquisa in loco, esta realizada por meio de entrevistas semiestruturadas. O objeto foi o conjunto das UI das Universidades Comunitárias de Santa Catarina e algumas UI de Referência em nível nacional; Os sujeitos foram os gestores das UI Comunitárias; e os gestores de uma amostra intencional de UI de Referência, além de uma amostra de Pesquisadores de ambos os tipos de UI. As entrevistas foram realizadas utilizando-se um instrumento que serviu de roteiro para a coleta de dados, o qual foi composto de questões envolvendo as duas dimensões da pesquisa: 1) Capital Social, resultante da customização do Integrated Questionnaire for the Measurement of Social Capital  -SC-IQ (World Bank, 2003); e, 2) Institucionalização de UI, resultante de uma elaboração própria concebida a partir de aspectos considerados relevantes para a Institucionalização de uma UI, verificável em Pimentel(2005, 2008 e 2009), Lotufo(2009), Santos(2009) e Terra(2001), entre outros. A estruturação do instrumento constou de um detalhamento das dimensões em 4(quatro) constructos e estes em 8(oito) categorias de análise. O instrumento também foi submetido a análise de três especialistas em inovação visando realizar melhorias e assegurar sua consistência. A etapa de coleta de dados consistiu na realização de 100% das entrevistas com gestores das UI e com uma amostra envolvendo 3(três) pesquisadores de Universidades sede de UI de Referência e 2(dois) pesquisadores de Universidades sede de UI Comunitárias; se observou que as contribuições dos gestores serviram como diagnóstico e indicativo das práticas das UI, enquanto as contribuições dos pesquisadores voltaram-se mais às necessidades de melhorias das UI, permitindo assim fortalecer as proposições finais do trabalho. As práticas identificadas foram classificadas segundo as categorias de análise da pesquisa e seus respectivos constructos, comparando-se as práticas das UI de Referência com as práticas das UI Comunitárias de modo a se identificar lacunas em cada categoria. As mesmas foram organizadas por constructos e agrupadas, também por constructo de acordo com suas relações de proximidade, via diagramas de causa e efeito; os resultados obtidos, por agrupamento, serviram de base para a indicação das proposições da pesquisa. Finalmente, apresentam-se proposições, apoiadas nas dimensões do Capital social e da Institucionalização, que possibilitam a melhoria da gestão da inovação pelas UI Comunitárias.

Roberto Mauro Dall’Agnol

Posted in Gestão do Conhecimento, Tese and tagged as ,