porno
beşiktaş escort mecidiyeköy escort aksaray escort bahçeşehir escort
Home » Gestão do Conhecimento » OSINSKI, Marilei. Framework de avaliação do impacto de parques científicos e tecnológicos: um estudo comparativo. Tese, 2020.

OSINSKI, Marilei. Framework de avaliação do impacto de parques científicos e tecnológicos: um estudo comparativo. Tese, 2020.

Esse estudo busca solucionar o seguinte problema de pesquisa: “Como desenvolver um framework de avaliação de impactos provocados pela implantação de um Parque Científico e Tecnológico?”. Para alcançar o referido objetivo, essa pesquisa contou com procedimentos metodológicos com abordagem mista, lidando tanto com dados qualitativos quanto quantitativos. A triangulação metodológica ocorreu por meio da realização de Revisão Sistemática Integrativa, aplicação de questionários e entrevistas semi-estruturadas. Trata-se de uma pesquisa descritiva, exploratória, bibliográfica e explicativa. A natureza dessa pesquisa é básica. A triangulação de teorias concentrou-se nos principais conceitos e características apresentados na literatura científica que se referem aos temas: Habitats de inovação, Parques Científicos e Tecnológicos e Avaliação de impacto. A triangulação de pesquisadores resultou da aplicação dos instrumentos de coleta de dados (questionário/ framework e entrevistas semi-estruturadas) a três públicos distintos: gestores dos PCTs, gestores das empresas inseridas nos PCTs e membros da sociedade local – destaca-se que aos últimos não foi aplicado o questionário/ framework (tanto do Parque Científico de la Universidad Carlos III de Madrid como do Tecnopuc). A triangulação de dados ocorreu por intermédio desses dois Parques Científicos e Tecnológicos. A análise dos dados foi realizada por meio do teste t de Student e da análise descritiva. Os resultados mostram características, similaridades e diferenças entre os impactos provocados pelos referidos parques, bem como pontos de discordância e concordância entre o posicionamento dos participantes desse estudo a respeito do tema em questão. O teste t de Student aponta que não há diferença estatisticamente significativa entre os resultados dos referidos parques para os impactos causados por eles na dimensão cultural. Por outro lado, o teste aponta que há diferença estatisticamente significativa nos impactos econômicos e sociais causados pelos parques em questão nas regiões onde estão inseridos. Pode-se inferir que o principal impacto causado tanto pelo Parque Científico de la Universidad Carlos III de Madrid quanto pelo Tecnopuc é econômico. Esse impacto foi considerado o principal tanto pela maioria dos membros da sociedade do entorno quanto pelos gestores de todas as seis organizações inseridas nos referidos parques que participaram da presente pesquisa. Nesse contexto, o impacto econômico é considerado não apenas o principal, mas é destacado como sendo positivo para a região. Como sugestões para estudos futuros, considera-se relevante desenvolver projetos a fim de explorar e ampliar as formas como um parque científico e tecnológico pode ter impactos ambientais no seu entorno. Considera-se que seria interessante realizar estudos longitudinais, que possibilitariam comparar os resultados da presente pesquisa com resultados gerados pelos parques daqui a alguns anos (cinco ou dez anos, por exemplo), verificando se houve ou não evolução e alteração dos impactos no período analisado.

Palavras-chave: Parques Científicos e Tecnológicos. Inovação. Habitats de inovação. Avaliação de impacto.

Link para Download: Marilei Osinski

Posted in Gestão do Conhecimento, Tese