porno
beşiktaş escort mecidiyeköy escort aksaray escort bahçeşehir escort
Home » Sem categoria » KRAUSE, Micheline Guerreiro. Constituição Comunicativa da Liderança Relacional em Equipe de Projeto Lean. Tese, 2020.

KRAUSE, Micheline Guerreiro. Constituição Comunicativa da Liderança Relacional em Equipe de Projeto Lean. Tese, 2020.

As organizações enfrentam desafios e oportunidades que evidenciam a importância de liderança, comunicação, e trabalho em equipe, simultaneamente. Com isso em vista, este estudo identifica conceitos distintos que convergem para o enfoque relacional, e firma o objetivo de compreender como a liderança relacional é constituída comunicativamente em uma equipe de projeto lean, com enfoque nas interações que envolvem conversação e textualidade. O estudo coordena os conhecimentos sobre equipe de projeto lean, teoria da liderança relacional e constituição comunicativa das organizações, e visualiza a metáfora da liderança como comunicação no contexto organizacional. Como síntese do processo de revisão integrativa da literatura, o estudo propõe esquema de verificação composto por quatro principais pilares para a emergência da liderança relacional, sendo eles as interações, as autorizações, as influências mútuas, e a construção de significados. A pesquisa empírica foi realizada em organização de base tecnológica e foi conduzida pela abordagem qualitativa, interpretativa e etnográfica, com utilização da estratégia de triangulação de métodos. Os dados foram analisados pelo processo de análise temática reflexiva com utilização do software MAXQDA. O principal resultado da pesquisa levou à proposição de que a liderança relacional é um processo emergente constituído comunicativamente nas interações que envolvem construção de significados, autorizações e processo de influências mútuas. Os códigos que emergiram do processo de análise dos dados contam a história de como a liderança relacional foi constituída. De acordo com as descobertas, a liderança relacional emerge no ponto de interseção das interações que envolvem pessoas, coisas, e invocações. As autorizações são concedidas nas interações e envolvem tanto autorizações e autorias quanto desautorizações e destituição de crenças previamente estabelecidas. Os eventos comunicativos influenciadores da liderança envolvem a ação de elementos humanos e não humanos, os primeiros relacionados a “puxar” a equipe e os últimos relacionados a superar a interferência de ruídos na comunicação. Os significados relevantes para o projeto são constituídos nas interações, com produção de direção, alinhamento e comprometimento (DAC), compartilhamento e interpretação das circunstâncias externas, bem como circunstâncias internas caracterizadas por organização emergente. Outro resultado relevante foi a constatação de que as perguntas exploratórias ocupam um lugar central nas interações e contribuem para a emergência de significados, autorizações e influências mútuas. A realização deste estudo oferece novas compreensões e implicações práticas para as organizações e seus públicos e abre oportunidades de pesquisas futuras para a comunidade científica.

Palavras-chave: Liderança Relacional. Constituição Comunicativa das Organizações (CCO). Equipe de Projeto Lean.

Link para download: Micheline Guerreiro Krause.

Posted in Sem categoria