Home » Sem categoria » CLEMENTI, Juliana Augusto. COMUNICAÇÃO CIENTÍFICA BIDIRECIONAL NAS MÍDIAS SOCIAIS: um framework à luz das Relações Públicas. Tese, 2019.

CLEMENTI, Juliana Augusto. COMUNICAÇÃO CIENTÍFICA BIDIRECIONAL NAS MÍDIAS SOCIAIS: um framework à luz das Relações Públicas. Tese, 2019.

As atividades de comunicação são fundamentais para que a ciência contribua com o desenvolvimento da sociedade. Ao longo do desenvolvimento da comunicação científica aconteceram mudanças propiciadas pelas inovações tecnológicas e movimentos sociais. No entanto, no decorrer dos anos perdura o debate sobre modelos de comunicação unidirecional e bidirecional, o primeiro refere-se à atividade no sentido de disseminação da informação, transmissão do conhecimento, o segundo se refere ao desenvolvimento do diálogo com diferentes públicos, e a fomentar a participação deles na ciência. Recentemente, o desenvolvimento das mídias sociais e suas ferramentas interativas propiciaram as atividades de comunicação científica bidirecional. No entanto, as pesquisas apontam que mesmo com o uso das mídias sociais, a comunicação científica, na maior parte dos casos, ainda se limita ao modelo unidirecional. Para desenvolver a comunicação científica bidirecional nas mídias sociais, autores sugerem estudos sobre novos modelos, conceitos, frameworks, entre outros. Destaca-se que os frameworks são ferramentas importantes para o desenvolvimento de áreas onde não há clareza conceitual e onde é necessário desenvolver categorias e relações. As pesquisas também apontam que as relações públicas (RP) podem contribuir com a comunicação científica. Dentre as outras áreas da comunicação, a área de RP é a mais focada em desenvolver o relacionamento entre organizações e seus públicos através do diálogo. Para investigar como desenvolver a comunicação científica bidirecional nas mídias sociais, e como as relações públicas podem contribuir neste contexto, esta tese  tem como objetivo propor um framework da comunicação científica bidirecional nas mídias sociais (CCB_MS) à luz das relações públicas. Com isto, esta pesquisa esclarece os conceitos da área de comunicação científica e aprofunda os conhecimentos sobre os elementos essenciais da comunicação bidirecional nas mídias sociais. Para tal, foi realizada uma pesquisa tecnológica, de abordagem qualitativa, com objetivos exploratório e descritivo, por meio de estudo bibliográfico, utilizando-se da técnica de revisão sistemática da literatura sobre comunicação cientifica bidirecional nas mídias sociais e, da técnica de revisão narrativa das relações públicas. Além da etapa bibliográfica, realizaram- se duas etapas de pesquisa de campo. A verificação foi realizada com entrevistas junto às especialistas da área de comunicação científica, mídias sociais e relações públicas. Para a validação do framework, além das entrevistas com líderes de laboratórios e grupos de pesquisa do Programa EGC/UFSC, realizou-se análise documental sobre a presença destes nas mídias sociais. O framework foi validado com algumas sugestões absorvidas conforme o objetivo desta pesquisa. Como contribuições teóricas, esta tese apresenta o quadro “linhas de pesquisa da comunicação científica nas mídias sociais”; o conceito de CCB_MS; a figura “níveis, estratégias e resultados da CCB_MS” versão 2, e o framework para a CCB_MS à luz das RP. Estes dois últimos também proporcionam contribuições práticas, pois orientam as ações no âmbito da CCB_MS.

Palavras-chave: Comunicação científica. Comunicação científica bidirecional. Mídias sociais. Relações públicas.

Link para download: Juliana Augusto Clementi.

Posted in Sem categoria