Home » Gestão do Conhecimento » FOSSARI, Carmen Lúcia. CRIAÇÃO DO CONHECIMENTO EM PROCESSOS DRAMATÚRGICOS À LUZ DO TEXTO LITERÁRIO. Tese, 2018.

FOSSARI, Carmen Lúcia. CRIAÇÃO DO CONHECIMENTO EM PROCESSOS DRAMATÚRGICOS À LUZ DO TEXTO LITERÁRIO. Tese, 2018.

Na sociedade do conhecimento o teatro, se expandiu com a implantação de cursos universitários de Artes Cênicas, oficinas promovidas por fundações culturais (municipais e estaduais) e escolas de teatro. Por outro lado há uma lacuna de dramaturgos que retratem os grandes temas da complexa sociedade contemporânea, ao revés a produção literária em outros gêneros(conto, romance, poesia) é veiculada em diversas mídias de forma intensa.Essa tese estuda como acontece o processo de criação e produção teatral em uma organização intensiva do conhecimento (instituição de ensino superior), pelo viés da extensão, partindo de textos literários adaptados ao teatro.Nessa premissa, esta tese visa estabelecer estratégias para a criação do conhecimento em processos dramatúrgicos à luz do texto literário. Para atingir o objetivo proposto, foi realizada uma pesquisa aplicada, exploratória e descritiva, com abordagem qualitativa e subsídio de uma pesquisa bibliográfica. A coleta de dados ocorreu de duas formas, primeiramente por meio de uma revisão bibliográfica, composta de uma revisão sistemática, que para a seleção dos artigos foram utilizadas duas bases de dados, a Scopus e a Web of Science, integradas à base ISI Web of Knowledge, e uma pesquisa bibliográfica; e, em seguida, por meio de um estudo de multicasos em que os dados foram coletados por meio de estudos empíricos em organizações intensivas do conhecimento – OICs, utilizando entrevistas semiestruturadas. Essas duas formas de coleta de dados serviram de subsídio para a criação de estratégias que, em seguida, foram submetidas à avaliação de especialistas.
A pesquisa recorreu à Gestão do Conhecimento para averiguar o conhecimento tratado em sua vertente multidisciplinar, seu processo de criação e inserção por conversões na organização. A tese recorreu ao modelo das cinco fases de criação do conhecimento na organização e atingiu o seu objetivo de criar estratégias que possam promover a criação do conhecimento em processos dramatúrgicos à luz do texto literário. As estratégias foram criadas após analise das entrevistas semiestruturadas com os sujeitos de pesquisa selecionados, a sua vez as entrevistas contemplaram as etapas do modelo de criação do conhecimento organizacional : compartilhamento do conhecimento tácito (socialização); criação de conceitos (externalização); justificação de conceitos (internalização); construção de um arquétipo (combinação); e difusão interativa do conhecimento. Ao estabelecer um diálogo entre a área científica e artística que trata da criação do conhecimento atingiu um novo estado da arte e do conhecimento científico. Ao ter as
estratégias criadas validadas por especialistas essa tese oferece as OICs um novo instrumento de apoio ao desenvolvimento do conhecimento organizacional na área artística.

Link para download: Carmen Lucia Fossari

Posted in Gestão do Conhecimento, Tese and tagged as , ,