Home » Gestão do Conhecimento » GOMES, Roberto Kern. MELHORES PRÁTICAS INTRAEMPREENDEDORAS PARA A GESTÃO PÚBLICA: UM ESTUDO DE MULTICASOS. Tese, 2017.

GOMES, Roberto Kern. MELHORES PRÁTICAS INTRAEMPREENDEDORAS PARA A GESTÃO PÚBLICA: UM ESTUDO DE MULTICASOS. Tese, 2017.

O fenômeno do intraempreendedorismo tem, cada vez mais, chamado a atenção de pesquisadores e estudiosos ao redor do mundo. Tal fenômeno é relacionado ao ato de empreender dentro de uma organização existente. A maior parte desses estudos é realizada em empresas do setor privado, devido à intrínseca natureza competitiva do seu ambiente. Eles apontam para uma melhoria na eficiência e no alcance de metas organizacionais, pois, nos casos de sucesso, as empresas criam ambientes que promovem o intraempreendedorismo. No setor público, todavia, os estudos sobre o intraempreendedorismo ainda se encontram escassos ou em fases muito incipientes. Tal ambiente público, contudo, necessita, de maneira premente, de uma estratégia que estimule a aceitação de riscos, responsabilidades, proatividade e desafios, dentre outros fatores. Assim, a ideia é que, da mesma forma que o intraempreendedorismo tem sido visto como a mola propulsora da inovação e eficiência na iniciativa privada, entende-se que esta força possa ser aproveitada também no setor público, através do estudo das melhores práticas intraempreendedoras. Portanto, a proposta é aprofundar os estudos dessa temática, de modo que o objetivo geral desta tese é criar diretrizes para a implementação de melhores práticas intraempreendedoras para a gestão pública. Para alcançar tal objetivo, foi realizada uma pesquisa aplicada, exploratória e descritiva, com abordagem qualitativa e auxílio de uma pesquisa bibliográfica com revisão sistemática integrativa, usando como principais fontes as bases Scopus e Web Of Science, aliadas a um estudo de multicasos. Para a coleta de dados foi usada uma entrevista semiestruturada, aplicada a 24 gestores de três organizações públicas do poder executivo federal, com sede em Santa Catarina, sendo que estes dados foram analisados usando a técnica de análise de conteúdo para estabelecer 25 diretrizes para a implementação de melhores práticas intraempreendedoras para a gestão pública. Tais diretrizes foram apresentadas aos especialistas da HEC Montréal, durante estágio doutoral de cinco meses no Canadá. Como principais resultados obteve-se a validação de 22 diretrizes, dentre as quais a criação de política de permanência limitada nos cargos,
implementação de política de avaliação de desempenho, estímulo ao comportamento intraempreendedor através de desafios, recompensando o comportamento diferenciado, elaboração de um programa com regras e metas claras que reconheça de forma financeira o trabalho empreendedor, dentre outras. Também foi possível verificar que as relações entre estabilidade dos servidores e intraempreendedorismo e entre avaliação de desempenho e intraempreendedorismo encontram-se em constante debate entre os estudiosos, de modo que um estudo específico sobre estes temas deve ser ainda desenvolvido.

Link para download: Roberto Kern Gomes (atual)

Posted in Gestão do Conhecimento, Tese and tagged as , , ,