Home » Gestão do Conhecimento » VIDOTTO, Juarez Domingos Frasson. Influências do Capital Humano na Memória Organizacional. Tese, 2016.

VIDOTTO, Juarez Domingos Frasson. Influências do Capital Humano na Memória Organizacional. Tese, 2016.

A ascensão do capital humano é uma característica marcante da economia do conhecimento. A dinâmica dessa economia tornou as organizações mais dependentes dos aspectos humanos, ou seja, das competências dos seus colaboradores. A competência das pessoas é representada pelos seus conhecimentos, habilidades e atitudes que podem proporcionar vantagens competitivas. Os conhecimentos adquiridos pelas experiências dos indivíduos, tanto na forma explícita quanto na tácita, também fazem parte da memória organizacional. Assim, as pessoas ao armazenarem conhecimentos também se tornam repositórios da memória da organização, que é acionada para dar suporte às atividades presentes. O objetivo principal desse estudo é analisar a influência de fatores do capital humano nos conhecimentos armazenados na memória organizacional. Procurou-se dimensionar em que medida os aspectos humanos como liderança, motivações, qualificações, satisfação e criatividade podem impactar os diversos tipos de conhecimentos que são retidos na memória organizacional. A pesquisa empírica teve a participação de 220 gerentes de relacionamento de uma instituição financeira localizada no Estado de Santa Catarina. A análise dos dados foi efetuada com técnicas estatísticas. Por meio da análise fatorial foi possível agrupar as variáveis do capital humano em três fatores: Liderança e motivações; Qualificações; e, Satisfação e criatividade. As variáveis relativas aos conhecimentos da memória organizacional foram agrupadas em cinco fatores: Político; Social; da Rede; do Trabalho; e da Indústria e história da organização. A análise de correlações foi utilizada para dimensionar as influências dos fatores do capital humano nas dimensões de conhecimento da memória organizacional. Os resultados indicam que todos os fatores do capital humano estão positivamente correlacionados com os conhecimentos da memória organizacional, com destaque para as correlações mais significativas dos fatores Qualificações e Satisfação e criatividade com o conhecimento Político da memória, e do fator Liderança e motivações com a Rede de conhecimento da memória da organização. Este trabalho contribui para aproximar os dois campos de pesquisa, o capital humano e a memória organizacional e, nas discussões dos resultados, se recomenda uma série de ações estratégicas para melhorar as inter-relações entre ambos. Nas considerações finais apresentam-se contribuições teóricas e práticas do estudo, além do apontamento de temas para futuras pesquisas.

Link para download: Juarez Vidotto

Posted in Gestão do Conhecimento and tagged as , , , ,