Home » Dissertação » MELO, Michelle Bianchini de. Cultura Empreendedora na Universidade Federal de Santa Catarina: o Centro Técnológico Como Espaço de Práticas Empreendedoras. Dissertação, 2014.

MELO, Michelle Bianchini de. Cultura Empreendedora na Universidade Federal de Santa Catarina: o Centro Técnológico Como Espaço de Práticas Empreendedoras. Dissertação, 2014.

Esta dissertação, construída em torno da percepção de gestores do Centro Tecnológico da Universidade Federal de Santa Catarina, sobre os espaços da universidade propícios ao desenvolvimento de práticas empreendedoras, tem como pano de fundo uma sociedade em plena turbulência, com características empreendedoras e inovadoras baseada em tecnologia e no conhecimento. Trata-se da sociedade do conhecimento, que tem como fundamento principal a criação e o compartilhamento de conhecimento e a necessidade de novos trabalhadores que promovam o desenvolvimento da sociedade de forma abrangente, sob mudanças de paradigmas e da estrutura produtiva. Assim, considerando o empreendedor aquele que possui o perfil mais adequado a esta sociedade e a universidade como um espaço de formação destes profissionais, está dissertação tem como objetivo analisar a percepção dos gestores do CTC sobre os espaços de práticas empreendedoras no Centro Tecnológico da Universidade Federal de Santa Catarina. Como específicos tem-se: conhecer espaços para o desenvolvimento de práticas empreendedoras no CTC; mapear as principais práticas empreendedoras existentes nos respectivos departamentos ligados ao CTC; identificar os fatores determinantes e restritivos para o desenvolvimento de espaços para a prática de empreendedorismo no Centro Tecnológico. A pesquisa é do tipo exploratória e com o tratamento de dados qualitativos e interpretativos. A população do estudo é formada por gestores, representados pelas chefias dos departamentos do Centro Tecnológico da Universidade Federal de Santa Catarina e o Diretor do Centro, em razão de os mesmos exercerem funções de gestão, ou estarem em contato direto com as questões relacionadas as práticas empreendedoras. Os dados foram obtidos por meio de pesquisa bibliográfica e documental, bem como, por entrevistas semiestruturadas, sendo que para a análise dos dados utilizou-se análise de conteúdo. Os resultados da pesquisa apontam que as práticas empreendedoras estão presentes nos departamentos, mas um pouco fragmentadas e ganham pouca visibilidade. Os gestores percebem que seus departamentos são empreendedores, na medida que possuem pessoas empreendedoras e práticas que remetem a necessidade de um perfil empreendedor. O estudo evidencia, ainda, que todos os envolvidos beneficiam-se com o desenvolvimento dessas práticas. Os alunos que tem a oportunidade do aprendizado e aquisição de novas competências na relação com empresas ou pesquisas inovadoras, como também, os professores que compartilham o conhecimento, inovam e desenvolvem parcerias para realizar pesquisa de ponta. Fica evidente que as práticas tornam os departamentos mais dinâmicos e inovadores, proporcionando parceria com o setor produtivo, produzindo conhecimentos importantes e preparando profissionais para esta nova sociedade.

 

Link para download: Michelle Bianchini de Melo

Posted in Dissertação, Gestão do Conhecimento and tagged as , ,