Home » Gestão do Conhecimento » LAPOPLLI, Juliana. CONEXÃO FCEE (físico, cognitivo, emocional e espiritual) como um Processo de Autoconhecimento para o Desenvolvimento de Líderes. Tese, 2016.

LAPOPLLI, Juliana. CONEXÃO FCEE (físico, cognitivo, emocional e espiritual) como um Processo de Autoconhecimento para o Desenvolvimento de Líderes. Tese, 2016.

Diante da rapidez nas mudanças, imprevisibilidade e competitividade do ambiente no qual as organizações estão inseridas, é necessário possuir como diferencial a gestão eficaz e eficiente das pessoas que as compõem. As ferramentas, abordagens ou métodos de desenvolvimento de líderes são numerosos e formam um conjunto de técnicas que têm evoluído ao longo do tempo. A busca pelo autoconhecimento permite ao indivíduo perceber que enxerga o mundo através de seus próprios pontos de vista, e que eles são somente seus e não verdades universais. Essa consciência permite a compreensão das diferenças entre as pessoas e a consequente diminuição do egocentrismo do líder, aumentando em muito a sua capacidade e do seu grupo. Neste contexto, este trabalho tem como objetivo: Criar estratégias para o processo de autoconhecimento em líderes, fundamentadas nos aspectos físico, emocional, cognitivo e espiritual, utilizando como base a Teoria Geral de Sistemas. Para os fins a que se propõe este estudo, o procedimento metodológico seguiu a linha da Pesquisa Quantitativa e Qualitativa, de cunho Exploratório e Descritivo, sendo que utilizou instrumentos como questionário fechado, análise estatística, questionário aberto, análise de conteúdo e o método Delphi. A abordagem utilizada está de acordo com o pensamento sistêmico, pois leva em consideração o ambiente externo/sociedade, o mercado, a organização, os processos e as pessoas, todos esses como subsistemas interligados. Como resultado da pesquisa foram criadas estratégias CONEXÃO FCEE (físico, cognitivo, emocional e espiritual), validadas por especialistas (método Delphi). Salienta-se que todas as estratégias apontadas fazem parte de um processo muito pessoal, e que cabe a cada líder a forma de trabalhá-las. Assim, o caminho adotado para um líder não fundamentalmente deverá ser o mesmo adotado por outro, cada um iniciará em um ponto de partida, que diz respeito ao nível de autoconhecimento que se encontra e trilhará caminhos de acordo com suas necessidades, prioridades etc.

 

Link para download: Juliana Lapolli

Posted in Gestão do Conhecimento, Tese and tagged as , ,