Home » Dissertação » TSCHUMI, Henrique de Sá. Fluxo do Conhecimento sobre Plantas Medicinais em uma Rede de Atores da Grande Florianópolis. Dissertação, 2015.

TSCHUMI, Henrique de Sá. Fluxo do Conhecimento sobre Plantas Medicinais em uma Rede de Atores da Grande Florianópolis. Dissertação, 2015.

O conhecimento tradicional sobre plantas medicinais tem um importante papel no tratamento de saúde da população e descoberta de novos compostos ativos para medicamentos. Devido ao acesso ampliado à métodos alopáticos, esse conhecimento corre risco de se perder, uma vez que os jovens não se interessam em aprender os conhecimentos que os mais velhos possuem. O compartilhamento deste conhecimento é peculiar, pois na maioria das vezes limita-se à verbalização ou prática. Já a gestão do conhecimento é uma nova disciplina que, através dos pilares, processos, tecnologia, pessoas e liderança, objetiva criar valor, com a criação e compartilhamento do conhecimento. Assim, o objetivo deste trabalho foi identificar o fluxo de conhecimento sobre plantas medicinais na Grande Florianópolis/SC. A etnografia foi a metodologia utilizada como embasadora para coleta e tratamento dos dados. Observou-se que o compartilhamento e o armazenamento do conhecimento é influenciado pelos: (i) atores (fonte, canal, receptor); (ii) motivação em compartilhar e buscar; (iii) obstáculos e barreiras que reduzem o processo; e (iv) contexto favorável. Os principais fatores envolvendo o compartilhamento são o contexto, existir alguém próximo com problemas de saúde, e a motivação, de querer que essa pessoa melhore. A rede social de conhecimento sobre plantas medicinais na região da Grande Florianópolis necessita de poucos intermediários para se alcançar outros atores dentro da rede, facilitando o fluxo do conhecimento.

 

Link para download: Henrique de Sá Tschumi

Posted in Dissertação, Gestão do Conhecimento and tagged as , ,