porno
beşiktaş escort mecidiyeköy escort aksaray escort bahçeşehir escort
Home » Engenharia do Conhecimento » BORDIN, Andréa Sabedra. Framework Baseado em Conhecimento para Análise de Rede de Colaboração Científica. Tese, 2015.

BORDIN, Andréa Sabedra. Framework Baseado em Conhecimento para Análise de Rede de Colaboração Científica. Tese, 2015.

Entender a configuração da colaboração científica em um ambiente de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) permite a tomada de decisão em vários níveis, desde o individual até o estratégico. Análise de Redes Sociais (ARS) é um dos métodos utilizados analisar redes de colaboração científica. Nele uma rede é usualmente representada como um grafo ou matriz, o que carece de semântica e não permite que sejam analisadas características adicionais dessa rede. Ao analisar exclusivamente a estrutura da rede através das métricas de ARS, não contemplando o conteúdo dos artefatos oriundos da colaboração, perde-se um insumo importante que pode contribuir nesta análise. Percebe-se também que tarefas de análise de rede de colaboração científica são intensivas em conhecimento, pois requerem o conhecimento de um especialista, nem sempre disponível, de como realizar as tarefas. Conduzido pela abordagem metodológica Design Science Research, este trabalho apresenta uma proposição de representação ontológica de conhecimentos necessários – conhecimento de domínio, conhecimento de tarefa e solução de tarefa – para a realização de um conjunto de dezoito tarefas de análise de rede de colaboração, juntamente com um conjunto de artefatos para armazenamento e recuperação de dados dessas representações combinados em um framework de conhecimento para análise de rede de colaboração científica. A abordagem de modelagem de conhecimento é inspirada na noção de Problem-Solved Method (PSM) e utiliza a técnica de decomposição de tarefa (task-structure). O framework oferece artefatos de representação de conhecimento e módulos de implementação que podem ser reutilizados em outros contextos ou aplicações. Ele foi avaliado junto a gestores de Programas de Pós-Graduação onde verificou-se que as tarefas são relevantes e que os resultados possuem um grau de confiança alto. As ações de gestão propostas para as tarefas indicam a aplicabilidade como instrumento de gestão pois seus resultados evidenciam a realidade de um contexto de colaboração científica, baseado em produções em coautoria, e podem ser utilizados como insumo para a tomada de decisão por gestores, pesquisadores e comunidade do ambiente analisado.
Link para download: Andrea Sabedra Bordin

Posted in Engenharia do Conhecimento, Tese and tagged as , , ,