Home » Dissertação » REGINALDO, Thiago. Referenciais Teóricos e Metodológicos para a Prática do Design Thinking na Educação Básica. Dissertação, 2015.

REGINALDO, Thiago. Referenciais Teóricos e Metodológicos para a Prática do Design Thinking na Educação Básica. Dissertação, 2015.

O design thinking tem sido aplicado na educação básica em diversos países do mundo, inclusive no Brasil. Todavia, muitas dessas práticas documentadas com caráter experiencial empírico estão apresentadas em sites e redes sociais. Uma análise da prática educativa do design thinking, em seu caráter teórico e metodológico, torna-se necessária para compreender quais são suas manifestações intrínsecas na relação com a Educação. Portanto, o objetivo deste trabalho é conhecer os referenciais teóricos e metodológicos que intervêm na prática do design thinking na educação básica. Para alcançar este objetivo realizou-se uma jornada científica exploratória com as técnicas de revisão sistemática, estudo de caso, entrevista com especialistas, observação participante e análise de conteúdo. As etapas desenvolvidas envolveram: (1) duas observações participantes em oficinas de design thinking; (2) entrevistas com quatro especialistas que desenvolvem trabalhos no Brasil na área de design thinking na educação; (3) revisão sistemática em quatro bases de dados internacionais; e (4) descrição de dez iniciativas de design thinking na educação básica brasileira. A partir disso foi possível apresentar três esquemas conceituais (processo histórico, modelo teórico e referenciais teóricos e metodológicos) e os componentes das variáveis metodológicas da intervenção nas atividades de design thinking na Educação Básica. Como resultado dos referenciais teóricos foi verificado que o design thinking apresenta a função social de formação integral, que seus conteúdos e objetivos se relacionam com todas as capacidades (conceituais, atitudinais e procedimentais), e que a concepção de aprendizagem é construtivista atrelada à diversidade dos sujeitos e ao conhecer-na-ação/conhecer-na-reflexão. No que tange aos componentes das variáveis metodológicas o valor da ação é dada pelos sujeitos envolvidos que se tornam protagonistas do processo educativo e utilizam técnicas e habilidades que são complexas de avaliar, mas, que precisam ser avaliadas. Sugere-se, então, um modo formativo de avaliação por meio de diferentes instrumentos de registro.

 

Link para Download:Thiago Reginaldo

Posted in Dissertação, Mídia do Conhecimento and tagged as , , , ,