Home » Dissertação » GONÇALVES, Eder Borba. Sustentabilidade Integrada em Organizações Empreendedoras: um Estudo de Caso.Dissertação, 2014.

GONÇALVES, Eder Borba. Sustentabilidade Integrada em Organizações Empreendedoras: um Estudo de Caso.Dissertação, 2014.

Parte da história da civilização humana e seu desenvolvimento, dos períodos da Era Agrícola, da Era Industrial e da atual Era da Informação ou do Conhecimento são retratados sob a ótica econômico-financeira. As organizações e empreendimentos criados ao longo deste período também priorizaram a parte econômica, descuidando-se da parte ambiental e social. Mesmo com esta prioridade econômica, muitos negócios sucumbiram e, até hoje, são muito presentes altas taxas de mortalidade de novas empresas, além das crises mundiais que continuam sendo cíclicas. É necessário repensar a maneira de conduzir os negócios. Tudo isso começou a mudar, pelo menos o pensamento humano, em algumas partes do mundo, em relação ao meio ambiente, em 1970 e, mais recentemente, as questões sociais em meados dos anos 2000, inclusive, se percebe um grande desequilíbrio econômico-social que ainda não resolveu as questões sociais da civilização organizada. Muito se tem falado, discursado e publicado a respeito da sustentabilidade, mas nem sempre consistente ou convincente, porque, na sua grande maioria, não contempla os elementos essenciais do Triple Bottom Line, o econômico, o ambiental e o social. Já que se sabe da importância de tratar dos três elementos em conjunto e, preferencialmente, de maneira integrada. Outro assunto amplamente discutido é o empreendedorismo, talvez mais completo e com menos restrições de uso do que a sustentabilidade, mas que também merece uma filtragem. A proposta desta pesquisa é compreender como ocorre a sustentabilidade integrada em uma organização empreendedora. Para atingir esse objetivo, metodologicamente a pesquisa se caracteriza como qualitativa, exploratória e descritiva. Para a fundamentação teórica, realizou-se uma revisão bibliográfica e foi complementada por um estudo de caso, na Chácara Beija Flor, que trabalha com produtos orgânicos, no interior do município de Antônio Carlos-SC. Os resultados mostraram a tendência natural de se preocupar mais com o fator econômico, mas há certo equilíbrio em princípios e ações respeitando-se os três aspectos, econômico, ambiental e social. Outro reconhecimento é quanto à prática empreendedora fomentada com todos os stakeholders do negócio, que o define como uma organização empreendedora, em franco crescimento que continuará acontecendo de maneira sustentável, economicamente viável, ambientalmente correta e socialmente justa.

Link para Download: Eder Borba Gonçalves

Posted in Dissertação, Gestão do Conhecimento and tagged as , ,