Home » Gestão do Conhecimento » SOUZA, Vitória Augusta Braga de. Competências Empreendedoras no Processo de Formação do Extensionista Rural. Tese, 2013.

SOUZA, Vitória Augusta Braga de. Competências Empreendedoras no Processo de Formação do Extensionista Rural. Tese, 2013.

As mudanças no mercado provocaram uma nova visão de competição, com variáveis sociais e mercadológicas que o agronegócio ainda não estava preparado para enfrentar. Com essas mudanças, vieram exigências de uma nova forma de administrar as propriedades rurais e de se relacionar com o produtor. A extensão rural, que durante anos trabalhou em um sistema linear de disseminação de informação, tem agora de rever seus métodos e a forma de capacitar os extensionistas. O momento exige um profissional generalista, que saiba trabalhar em equipe, que perceba os desafios e seja capaz de responder satisfatoriamente aos anseios do produtor rurais de forma eficiente e rápida, empreendendo novas oportunidades. Porém, para que isso aconteça, é necessário que esse profissional desenvolva as competências necessárias para atuar como o novo profissional que o setor de agronegócio requer. A presente tese teve como objetivo analisar o processo de formação de extensionistas rurais com base nas competências empreendedoras requeridas por eles. Para atender o objetivo, realizaram-se duas etapas de pesquisa. A primeira, por meio de uma enquete, enviada aos escritórios estaduais e regionais das três instituições de assistência e extensão rural pública da Região Sul, por meio de email, com vistas a identificar os extensionistas que se destacam pelo comportamento empreendedor. Na segunda etapa, foi realizada uma entrevista semiestruturada focada em incidentes críticos, contendo dez questões, com os profissionais da extensão rural anteriormente selecionados, sendo as respostas analisadas por meio da técnica  do Discurso do Sujeito Coletivo. Estabeleceram-se as competências empreendedoras requeridas para a formação do extensionista rural e análise das grades curriculares dos cursos de Agronomia, Zootecnia, Medicina Veterinária, Engenharia Agrícola e Engenharia Florestal. Identificaram-se as competências empreendedoras requeridas do extensionista rural e verificou-se como ocorre o processo de formação dos mesmos. Analisou-s as grades curriculares, bem como as ementas das disciplinas de empreendedorismo oferecidas nos cursos da área de Ciências Agrárias pelas Instituições de Ensino Superior da Região Sul. Concluiu-se que existe uma lacuna entre o profissional exigido pelo mercado e o egresso desses cursos, que as grades curriculares analisadas possuem um número muito reduzido de disciplina de empreendedorismo, que as ementas das disciplinas ofertadas apenas uma contempla o estudo do comportamento empreendedor,bem como, a necessidade de uma reestruturação da grade curricular dos cursos pesquisados.

Link para Download: Vitória Augusta Braga de Souza

Posted in Gestão do Conhecimento, Tese and tagged as , ,