Home » Dissertação » BONILLA, Maria Alejandra Maldonado. Recompensas e Retenções de Profissionais Voltados para Atividades de Conhecimento em Organizações. Dissertação, 2013.

BONILLA, Maria Alejandra Maldonado. Recompensas e Retenções de Profissionais Voltados para Atividades de Conhecimento em Organizações. Dissertação, 2013.

O propósito deste trabalho é identificar, na literatura científica, as recompensas que influenciam na retenção de profissionais voltados para atividades de conhecimento em organizações. Na literatura sobre recompensas esse constructo tem sido definido como o pagamento monetário, não monetário e psicológico que uma organização oferece aos funcionários em troca do trabalho que executam. As recompensas, portanto, abrangem tudo o que os funcionários valorizam na relação de trabalho. Já os teóricos de retenção buscam identificar os fatores que interferem na decisão do funcionário de permanecer na organização. Estudos internacionais apontam evidências de que a retenção de profissionais pode ser influenciada por fatores como: oportunidades de aprendizagem e de desenvolvimento contínuo; um bom ambiente de trabalho; percepção do apoio organizacional; satisfação no trabalho; percepção que a organização oferece oportunidades de crescimento; percepção das práticas de recursos humanos. Há, ainda, estudos que apontam evidências da relação entre recompensas financeiras (salário, benefícios) e não financeiras (oportunidades de carreira, treinamento) com a retenção. Assim, com a finalidade de compreender a relação entre recompensas organizacionais e a retenção de profissionais, este trabalho se propõe a fazer uma revisão de literatura sobre os constructos recompensas e retenção. Para isso, foram aplicadas como técnicas de pesquisa: a técnica bibliométrica, a busca sistemática em fontes diversas e a consulta a especialista. Por meio da técnica bibliométrica foram identificadas pesquisas científicas relevantes publicadas na forma de artigos e revisões em base de dados eletrônicas como a ISI Web of Science. A busca sistemática em fontes diversas foi utilizada com a finalidade de localizar pesquisas científicas nacionais que normalmente não se encontram disponíveis em bases de dados eletrônicas. A consulta a especialista propiciou o acesso a artigos científicos de pesquisadores europeus. Assim, foram localizados 80 artigos científicos (nacionais: 19; internacionais: 61) e 14 livros (nacionais: 02; internacionais: 12), os quais serviram de substrato para a realização desta pesquisa. A partir das pesquisas empíricas localizadas na revisão de literatura foram identificados 50 tipos de recompensas. Já nos estudos empíricos sobre retenção foram identificados 113 fatores de retenção. A partir das bases conceituais de recompensas foram identificados, entre os fatores de retenção, 41 tipos de recompensas que podem interferir na retenção de profissionais nas organizações.

Link para download: María Alejandra Maldonado Bonilla

Posted in Dissertação, Gestão do Conhecimento and tagged as , , ,