Home » Mídia e Conhecimento » RISSI, Maurício. A confiança e as relações interpessoais assegurando o compartilhamento do conhecimento no ambiente virtual de aprendizagem. Tese, 2013.

RISSI, Maurício. A confiança e as relações interpessoais assegurando o compartilhamento do conhecimento no ambiente virtual de aprendizagem. Tese, 2013.

Esta pesquisa tem como objetivo apresentar quais fatores interferem nas relações interpessoais e na confiança para o compartilhamento de conhecimento em ambientes virtuais de aprendizagem. Como diretriz conceitual utilizou-se principalmente os autores: Nonaka e Takeuchi, Davenport, Prusak, Terra, Aretio, Mattar, Park, Nakayama, e Vygotsky. Como principal referencial metodológico tem-se a teoria fundamentada em dados (Grounded Theory) de Strauss e Corbin (2008). Quanto ao tipo de estudo, caracteriza-se como teórico-empírico, descritivo, aplicado, bibliográfico e estudo de caso. Em relação à abordagem, esta pesquisa classifica-se como predominante qualitativa, com análise interpretativista, sendo feitas um total de 29 entrevistas. Os principais resultados dessa pesquisa indicam que a gestão do curso busca padronizar os elementos e ferramentas utilizadas nas disciplinas e essa ação diminui as possibilidades de interação. Sobre as ferramentas do AVA, percebeu-se que o curso utiliza um número limitado de ferramentas, porém, das ferramentas disponíveis muitas são concorrentes entre si. Também se verificou que a equipe envolvida não possui conhecimento de todas as ferramentas existentes no AVA, o que limita a utilização de novas ferramentas no Curso. Das características individuais descreve-se que afetam positiva ou negativamente as possibilidades de interações, mas que a pró-atividade, quando observada nos tutores presenciais e/ou coordenadores de polo é responsável por oportunidades de interações. Quanto às interações, percebeu-se que elas geram um ciclo de mútua influência, onde um tipo de interação favorece o surgimento de mais interações. Porém, ressalta-se o paradoxo, que apesar das interações se estimularem mutuamente, elas concorrem entre si em tempo e esforço do acadêmico. Por fim, detectou-se que o estabelecimento da confiança entre os indivíduos do curso, facilita o surgimento de interações. Reforçando o ciclo virtuoso, onde as interações são causas de relações interpessoais, e as relações interpessoais por sua vez, possibilitam o estabelecimento da confiança, e, fechando o ciclo virtuoso, a confiança facilita o surgimento de mais interações.

Link para download: Maurício Rissi

Posted in Mídia e Conhecimento, Tese and tagged as , , ,