porno
beşiktaş escort mecidiyeköy escort aksaray escort bahçeşehir escort
Home » Mídia do Conhecimento » RAMOS, Magda Camargo Lange. Diretrizes para produção do conhecimento em Bibliotecas Universitárias. Tese, 2012.

RAMOS, Magda Camargo Lange. Diretrizes para produção do conhecimento em Bibliotecas Universitárias. Tese, 2012.

O mercado de trabalho exige das bibliotecas e dos bibliotecários novos componentes, competências e princípios, em seus papéis educacionais e profissionais. Este trabalho teve como objetivo geral identificar quais competências são requeridas da direção, dos bibliotecários da BU e dos alunos da última fase do Curso de Graduação em Biblioteconomia da UFSC, na perspectiva da produção do conhecimento, orientado pelos conceitos da Information Literacy. A escolha dos alunos cursando a última fase deu-se pelo fato de ser neste momento que efetivamente se iniciam as disciplinas que trabalham as competências e habilidades técnicas e profissionais específicas e por estarem próximos de assumirem o mercado de trabalho, onde colocarão  em prática as habilidades e competências desenvolvidas no contexto acadêmico. Quanto aos fins, a presente pesquisa classifica-se como estudo descritivo e aplicado. Quanto aos meios de investigação, pode ser classificada como  pesquisa bibliográfica,  documental, e estudo de caso. Quanto às técnicas de coleta de dados foram utilizadas a pesquisa documental e pesquisa quantitativa com aplicação de questionários. Compreende também, uma revisão literária em bases de dados nacionais e internacionais. No que tange aos resultados verificou-se que a direção e os bibliotecários da BU da UFSC, reconhecem seu papel como agente social, responsável por ensinar as competências em informação, mas poucos apresentam competência informacional de acordo com os conceitos da Information Literacy. Preocupam-se com o desenvolvimento das competências e com a formação continuada, visualizam a BU como uma organização que aprende e  reconhecem que a biblioteca não possui ainda um sistema de avaliação de competências; destacam que os conhecimentos transmitidos no curso de graduação constituem o alicerce para que desenvolvam suas atividades profissionais, necessitando, porém, de uma maior contribuição acadêmica, para que as competências individuais sejam construídas. Ressaltam ainda, que para o exercício da profissão, faz-se necessário uma série de outros conhecimentos como: domínio de língua estrangeira, atualização contínua, assumindo o papel de educador, ensinando os indivíduos a aprenderem com a informação. Quanto aos alunos a pesquisa apontou que o curso de graduação em biblioteconomia bem como, o estágio obrigatório não os prepara para o mercado de trabalho. Os alunos pesquisados não possuem publicações científicas nem as competências pregadas pela Information Literacy. A pesquisa em questão possibilitou ampliar a compreensão sobre o desenvolvimento de competência informacional/IL em contextos de ensino/aprendizagem.

Link para download: Magda Camargo Lange Ramos

Posted in Mídia do Conhecimento, Tese and tagged as , , ,