Home » Gestão do Conhecimento » SILVA, Arleide Rosa da. Análise da relação entre a gestão do conhecimento e o ambiente de inovação em uma instituição de ensino profissionalizante. Tese, 2011.

SILVA, Arleide Rosa da. Análise da relação entre a gestão do conhecimento e o ambiente de inovação em uma instituição de ensino profissionalizante. Tese, 2011.

A presente proposta foi desenvolvida considerando a limitação de estudos de caracterização de ambientes de inovação em instituições de ensino profissionalizante, especificamente com relação à contribuição da gestão do conhecimento na estruturação de um ambiente propício à aprendizagem e aos impactos que essa análise pode proporcionar para a criação de novos conhecimentos e elaboração de estratégias corporativas inovadoras nessas instituições. Assim, como objetivo geral, buscou-se avaliar qual a influência da gestão do conhecimento no contexto do ensino profissionalizante para o desenvolvimento de um ambiente propício à inovação e para alcançá-lo foram definidos os seguintes objetivos específicos: a) caracterizar a percepção dos colaboradores envolvidos com a Metodologia de Educação por Competências sobre os modos de conversão do conhecimento numa instituição de ensino profissionalizante (IEP); b) identificar as dimensões de um ambiente de inovação numa IEP; e c) verificar o impacto da gestão do conhecimento sobre o ambiente de inovação da IEP. A pesquisa caracterizou-se como um método descritivo e quantitativo, que adotou a técnica do tipo “survey” e foi implementada sob duas linhas de ação: aplicação de um questionário baseado no modelo validado pela Organisation For Economic Co-Operation And Development – OECD (2003) para identificar as práticas de gestão do conhecimento adotadas pela instituição. Adotou-se como base, o referencial teórico da teoria de criação do conhecimento organizacional difundida por Nonaka e Takeuchi (1997), destacando-se os quatro modos de conversão do conhecimento existentes na instituição estudada. Em seguida, propôs-se uma estrutura para a avaliação de ambientes propícios à inovação com a incorporação da variável gestão do conhecimento, utilizando os constructos apresentados por Machado e Carvalho (2011). Baseou-se na adaptação do instrumento definido como Minnesota Innovation Survey (MIS) contendo quatro grupos de dimensões que envolvem características internas, externas, de resultados e de gestão do conhecimento, totalizando 21 dimensões e englobando 39 questões com opções de resposta em escala Likert de sete pontos. A partir dos dados coletados foram desenvolvidas as seguintes análises: análise de frequência, teste de confiabilidade, análise fatorial, análise de regressão linear múltipla e a modelagem de equações estruturais que constataram que o processo de inovação educacional foi considerado eficiente e que a instituição estudada obteve bom índice de adequação ao modelo, por impetrar, através da estrutura proposta, poder de explicação satisfatório à percepção da eficiência da inovação. Além disso, pode-se destacar que os esforços dispensados na tradução, adaptação e aplicação dos instrumentos de pesquisa propostos pelo Minnesota Innovation Survey (MIS) e pela Organisation for Economic Co-operation and Development (OECD) poderão contribuir para elaboração de estratégias corporativas inovadoras da instituição pesquisada. Finalmente, sabe-se que o resultado do uso dos instrumentos do MIS e da OECD, adaptados do ambiente empresarial para o ambiente educacional, disponibilizará uma ferramenta inédita para aplicação em processos de gestão educacional e a validação desse instrumento em nível nacional e internacional passa a ser uma consequência natural na evolução dessa pesquisa.

Link para download: Arleide Rosa da Silva

Posted in Gestão do Conhecimento, Tese and tagged as , , , , ,