Home » Archive by category "Engenharia do Conhecimento" (Page 12)

SUZUKI, Erika. Uma abordagem de engenharia do conhecimento à gestão estratégica da inovação. Dissertação, 2008.

A constante busca das organizações pela vantagem competitiva, consolidação no mercado e pela própria sobrevivência ocasiona mudanças, adoção de métodos, ferramentas e conceitos que auxiliam  na conquista dos objetivos almejados. Entretanto, a simples adoção não garante a diferenciação da empresa. Atualmente, é preciso inovar, entender as necessidades e oportunidades do mercado, empregando e alinhando o conhecimento para oferecer novos produtos e serviços com alto valor agregado. O presente trabalho tem como objetivo apresentar uma modelagem de um sistema de conhecimento para a gestão estratégica da inovação. Tal demanda surge a partir da dificuldade das empresas em aplicar na prática os conceitos de inovação estratégica, gestão e engenharia do  conhecimento, gerenciamento de portfólio e desenvolvimento de sistemas de conhecimento; decorrente muitas vezes pela falta de uma sistematização, integração e uso do conhecimento. A modelagem proposta utiliza como base conceitual a etapa de planejamento estratégico da inovação apresentada no modelo NUGIN de gestão da inovação, onde foram analisadas as entradas, atividades, ferramentas e saídas do processo, os pontos fortes, e os pontos de melhorias necessárias. Os três primeiros modelos da metodologia CommonKADS foram utilizados neste estudo para  auxiliar na identificação de processos, tarefas e agentes envolvidos, facilitando desta forma, o levantamento dos conhecimentos necessários para o sistema. A modelagem tem como principal saída a definição do portfólio de projetos através da priorização baseada no planejamento estratégico da inovação, análise de cenários e envolvimento da alta direção, comitê inovativo e stakeholders. Como resultado, o presente trabalho apresenta um comparativo entre o modelo NUGIN de gestão da inovação e a modelagem proposta, além disto, o desenvolvimento da modelagem proposta proporciona um melhor entendimento sobre as dificuldades que as empresas enfrentam com a adoção de metodologias e conceitos de inovação, pois definir em detalhes as tarefas, dependências e pessoas envolvidas são algo que não é facilmente alcançado por empresas que não possuem maturidade sobre os conceitos a serem trabalhados.

Link para download: Erika Suzuki

CISLAGHI, Renato. Um Modelo de Sistemas de Gestão do Conhecimento em um Framework para a Promoção da Permanência Discente no Ensino de Graduação. Tese, 2008.

A chamada era do conhecimento tem provocado mudanças nas organizações e  na sociedade como um todo. Quase que simultaneamente, gestores de  Instituições do Ensino Superior (IES) e governos de todas as  nacionalidades e esferas têm dedicado crescentes esforços na busca do  chamado sucesso acadêmico, sintetizado por uma trajetória na qual o  discente ingressa num determinado curso, recebe uma formação de  qualidade e é diplomado. O desafio tem sido, para as IES públicas,  aplicar bem os recursos públicos assegurando o esperado retorno social  e, para as privadas, manter sua clientela formada por estudantes. Em  ambos os casos buscam-se a redução da evasão discente e a promoção da  permanência. Esta tese tem como objetivo a construção de um modelo de  sistema de gestão do conhecimento baseado num /framework/ desenvolvido  para a promoção da permanência de estudantes no ensino de graduação em  IES brasileiras. Foram levantadas as causas para a evasão discente no  contexto nacional e, com base num abrangente levantamento de teorias e  modelos de desgaste, abandono e permanência discente, foi construído um  modelo de permanência discente compatível com o alcance das intervenções  das IES. Com base nas variáveis deste modelo foram estabelecidos  indicadores, sensores e procedimentos, constituindo um /framework/ para  apoiar a gestão institucional pró-ativa visando à permanência discente.  Complementarmente foi construído um modelo de gestão do conhecimento  para potencializar os resultados do uso deste /framework/, cuja  aplicabilidade foi analisada por meio de um estudo de caso realizado na  Universidade Federal de Santa Catarina. Entre as conclusões a que se  chegou merece destaque a de que o suporte político e as lideranças  institucionais são o elemento-chave mais relevante entre todos e, ao  mesmo tempo, ainda são o maior obstáculo a ser vencido para o sucesso da  GC em IES brasileiras. Também constatou-se que, apesar de freqüentemente  desenvolverem pesquisas e serem geradoras de conhecimento, as IES não  têm o mesmo empenho nem agilidade em fazer com que o conhecimento por  elas gerado seja utilizado em suas atividades meio ou fim.

Link para download: Renato Cislaghi

MACEDO, Douglas D. J. Um estudo de estratégias de sistemas distribuídos aplicadas a sistemas de telemedicina. Dissertação, 2008.

Resumo:
O objetivo geral do presente trabalho consiste em verificar a qualidade da acessibilidade dos sítios Web dos maiores Fundos de Pensão Brasileiros em aderência às boas práticas de Governança Corporativa e transparência informacional. Para alcançar tal objetivo, discutem-se aspectos relevantes sobre Previdência Complementar, Governança Corporativa, Acessibilidade Web e sua aplicação aos Fundos de Pensão; identificam-se as diretrizes de acessibilidade do W3C; listam-se as exigências legais sobre divulgação informacional dos Fundos de Pensão; e apresentam-se sugestões para a configuração de sítios Web acessíveis. Esta pesquisa pode ser delineada como de indução estatística, aplicada, exploratória, de campo e quantitativa de descrição, como o intuito de alcançar os objetivos propostos. Verifica-se na análise dos dados coletados que todos os sites da amostra precisam melhorar sua acessibilidade Web, e na divulgação online dos documentos que contêm informações vitais das EFPC, há necessidade de ampliar a disponibilização dos mesmos e inclusão de documentos não exibidos, principalmente o Manual de Governança Corporativa e o Manual de Ética.

Link para Download: Douglas_Macedo

BETTIO, Raphael Winckler de. Interrelação das Técnicas Term Extraction e Query Expansion Aplicadas na Recuperação de Documentos Textuais. Tese, 2007.

Conforme Sighal (2006) as pessoas reconhecem a importância do armazenamento e busca da informação e, com o advento dos computadores, tornou-se possível o armazenamento de grandes quantidades dela em bases de dados. Em conseqüência, catalogar a informação destas bases tornou-se imprescindível. Nesse contexto, o campo da Recuperação da Informação, surgiu na década de 50, com a finalidade de promover a construção de ferramentas computacionais que permitissem aos usuários utilizar de maneira mais eficiente essas bases de dados. O principal objetivo da presente pesquisa é desenvolver um Modelo Computacional que possibilite a recuperação de documentos textuais ordenados pela similaridade semântica, baseado na intersecção das técnicas de Term Extration e Query Expansion.

Link para download: Raphael Winckler de Bettio

KESSLER, Nery Ernesto. Revisão sistemática e metanálise da acurácia diagnóstica de testes laboratoriais para giardíase: contribuição para a gestão do conhecimento. Dissertação, 2007.

Na atualidade ocorre grande revolução na criação e circulação de informações e conhecimentos. O uso de informação com excelente qualidade é fundamental para a prática diagnóstica médica, particularmente quando se fala em medicina baseada em evidências. Giardíase é um problema de saúde pública mundial associada ao subdesenvolvimento e a pobreza, fato que levou a Organização Mundial a Saúde a tratá-la com especial interesse a partir de 2004. Os testes laboratoriais para giardíase, fundamentais para o seu correto diagnóstico e tratamento adequado, têm sido descritos como apresentando diferenciada acurácia diagnóstica. No presente trabalho realizou-se uma revisão sistemática e metanálise de artigos científicos completos encontrados e disponibilizados no banco de dados MEDLINE® sobre testes diagnósticos para giardíase. Através do instrumento QUADAS (quality assessment of diagnóstic accuracy studies) foi possível avaliar se a qualidade das informações presentes determina a heterogeneidade dos índices utilizados na avaliação da acurácia diagnóstica. As estimativas sumarizadas como índices de acurácia diagnóstica para os testes de giardíase mostraram excelente capacidade discriminatória destes testes. No entanto a baixa qualidade das informações constantes nos artigos analisados parece comprometer superestimando estes valores. A baixa qualidade metodológica ou de reportagem dos estudos primários verificada também sugere a necessidade da realização de novos estudos estabelecendo condições mais robustas e consistentes relacionadas ao tipo de informação quanto à seleção de pacientes e utilização de testes padrões e/ou critérios diagnósticos claramente definidos.

Link para download: Nery Ernesto Kessler

SILVA, Juarez Bento. A utilização da experimentação remota como suporte para ambientes colaborativos de aprendizagem. Tese, 2007.

As novas tecnologias da informação e comunicação têm assumido nas últimas décadas um papel fundamental na representação social da realidade universitária as mudanças por elas proporcionadas ocorrem a uma velocidade vertiginosa derivando disso uma nova cultura. Neste contexto o ensino e a aprendizagem não são atividades solitárias e são tratados como um esforço cooperativo entre os atores envolvidos neste processo, onde a participação ativa e a interação permitem que o conhecimento possa emergir desde um diálogo ativo entre os participantes compartilhando suas idéias e informação. O ensino e aprendizagem já não estão limitados aos trabalhos dentro das salas de aulas e as modalidades de ensino presencial e à distância começam a serem fortemente modificadas desafiando as instituições de ensino superior – IES a encontrar novos modelos para novas situações. Uma das tarefas mais importantes das IES é tornar os currículos dos cursos mais flexíveis, onde se apresenta como possibilidades promissoras é a integração das atividades presenciais e a distância em modelo denominado “blended learning”. Na prática já vivemos em nosso país um modelo de flexibilização curricular, pois, segundo a portaria 2253 do MEC, de 18 de outubro de 2001, as IES podem ministrar 20% da carga total dos cursos na modalidade presencial com disciplinas no formato EAD. Esta tese apresenta a utilização da experimentação remota como suporte para ambientes de ensino/aprendizagem acreditando que esta proposição possa representar aportes aos atuais modelos educacionais. Os laboratórios de experimentação remota são caracterizados pela realidade mediada pela distância, similares aos laboratórios “hands-on” requerem espaço e dispositivos, porém, são diferenciados destes uma vez que experimentos e usuários estão geograficamente separados. Um laboratório de experimentação remota pode proporcionar aos estudantes uma aproximação deste com o mundo real, uma vez que, as atividades de laboratório desempenham um papel crítico na formação, principalmente em cursos nas áreas das ciências naturais e tecnológicas e também representam uma maneira de compartilhamento de recursos, de tal forma a reduzir os custos para utilização destes recursos, por parte das IES além de constituir em um fator de enriquecimento da experiência educacional.

Link para download: Juarez Bento da Silva