Home » Archive by category "Tese" (Page 8)

BEIRÃO FILHO, José Alfredo. Criação e Compartilhamento do Conhecimento da Área de Moda em Um Sistema Virtual Integrado – SIMODA. Tese, 2011.

Memória da imigração, da cidade, da educação, da indústria da mulher, da família. Desde o início do século XX, a memória vem adquirindo novas dimensões e passou a ser configurada como um lugar, armazém ou depósito de acervos culturais, a quem cabe de posse das informações obtidas por meio dos objetos que armazena, reelaborar esse conhecimento e devolver à sociedade em forma de conhecimento novo. Esse fato também incide nos domínios da moda, considerando que a partir da década de 1970 novas teorias, métodos de abordagem e conhecimentos técnicos surgiram na área de preservação e promoção do conhecimento. Hoje a moda é para pesquisadores, o espelho da história, que nos revela aspectos singulares e representa fontes de informações importantes para o estudo da cultura e de uma sociedade. Caminhando nesse sentido, o Curso de Bacharelado em Moda da UDESC, visando a incentivar novas pesquisas e a produção científica nesse domínio, deu início a implantação de um espaço de memória a partir do Projeto de Pesquisa MODATECA: Espaço para Preservação de Moda e Vestuário. Essa perspectiva ensejou algumas questões para este estudo, a fim de responder questionamentos que se constituem o objeto de estudo deste pesquisador: por que preservar acervos têxteis? Como organizar esses acervos? Como disponibilizar e compartilhar esse acervo a pesquisadores e comunidade? Com a finalidade de atender aos objetivos desta tese, foi proposto o desenvolvimento de um Sistema Virtual Integrado de Informações (SIMODA), tomando como base os preceitos da WEB 2.0, com a finalidade de enxergar o mundo virtual como um espaço com possibilidades de ação cultural on-line ampliadas, com uma comunicação multidirecional entre a moda e o usuário como participação, diálogo, colaboração, trocas e compartilhamento. Dessa maneira, toma-se a WEB como um ambiente adequado de convergência tecno-cultural para a promoção, investigação e mediação do conhecimento.

Link para Download: José Alfredo Beirão Filho

LOPES, Mauricio Capobianco. ComplexView: um framework para a produção de jogos de empresas aplicados ao desenvolvimento de liderança com base na complexidade. Tese, 2011.

A Era do Conhecimento impõe às organizações modernas o desafio de desenvolver liderança considerando a natureza complexa das relações e interações sociais. Um dos métodos possíveis neste contexto são os Jogos de Empresas Eletrônicos (JEEs), que permitem a vivência de situações reais em ambientes simulados. As características subjetivas e complexas da liderança têm limitado a produção e o uso de JEEs aplicados ao desenvolvimento de liderança. O objetivo deste estudo é apresentar as concepções de um framework para apoiar a produção de JEEs aplicados ao desenvolvimento de liderança com base na Complexidade, denominado de ComplexView. Os principais referenciais teóricos utilizados são a Pirâmide Metodológica da Engenharia do Conhecimento, os Sistemas Complexos Adaptativos (SCA) e a Teoria da Liderança com base na Complexidade (TLC). O framework se apoia na pirâmide metodológica da Engenharia do Conhecimento, em métodos de produção de JEEs e na Modelagem Baseada em Agentes (MBA). O método de pesquisa utilizado para verificar a consistência do framework foi a produção e teste de um JEE. Na etapa de produção foram seguidos os níveis e atividades propostos pelo framework gerando o JEE ComplexLeader. Na etapa de teste, o JEE ComplexLeader foi aplicado a uma turma de egressos e estudantes de cursos de pós-graduação da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Estas etapas permitiram reavaliar e aperfeiçoar a estrutura teórico-metodológica do framework. O principal resultado alcançado com o estudo foi fornecer um referencial teórico e metodológico para orientar e dar suporte às equipes interdisciplinares de produção de JEEs. O processo de desenvolvimento do framework permitiu concluir que é possível criar um método educacional baseado em JEEs que apoia a formação e o desenvolvimento de liderança, fundamentando-se na visão e nos princípios da Complexidade.

Link para download: Mauricio Capobianco Lopes

SARTORI, Rejane. Governança em Agentes de Fomento dos Sistemas Regionais de CT&I. Tese, 2011.

O desenvolvimento econômico e social das nações está diretamente relacionado aos seus sistemas nacionais e regionais de inovação, constituídos pelo governo, um de seus principais atores, universidades, institutos de pesquisa e empresas. Do mesmo modo, passa necessariamente por uma gestão apropriada de recursos econômicos e sociais. Nesse contexto, um dos fatores críticos às organizações públicas diz respeito a seus mecanismos de transparência e prestação de contas à sociedade, assim como à crescente exigência dos cidadãos quanto à eficiência dos serviços e retorno dos investimentos públicos, temas estes inseridos no conceito de governança. A promoção da ciência, da tecnologia e da inovação (CT&I) tem na governança uma ferramenta central ao buscar maximizar os resultados dessa área em prol da sociedade, contudo, observa-se a inexistência de indicadores que permitam avaliar a governança em domínios públicos mais específicos, como é o caso dos agentes públicos de fomento dos Sistemas Regionais de Ciência, Tecnologia e Inovação (SRCT&I). Desta forma, é nesse contexto que esta tese objetiva formular um quadro de referência para apoiar a gestão da governança desses agentes. Para isso, delimita-se o objeto de análise às Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (FAPs), um dos principais atores estaduais de articulação e desenvolvimento dos SRCT&I, que têm a missão de fomentar CT&I em seus estados de origem, contribuindo assim para o avanço da ciência em suas regiões. A proposta prevê a explicitação dos fatores de análise da governança pública considerados relevantes e consensuais na literatura, sua explicitação em termos de questões a serem examinadas junto a gestores de FAPs, a ponderação desses fatores e a proposição de índices de governança, os quais viabilizam a avaliação do estado da governança em organizações cuja missão seja o fomento a CT&I. O quadro de referência foi aplicado em três FAPs, buscando assim avaliar sua aderência ao modelo de governança dessas organizações e verificar sua aplicabilidade enquanto sistema de apoio à implementação dos conceitos e práticas de governança. Os resultados evidenciam que o quadro de referência permite à FAP verificar a aderência de sua gestão aos princípios de governança, bem como identificar ações que possam ser promovidas para melhorar a gestão da governança na organização.

 Link para download: Rejane Sartori

 

STRADIOTTO, César Ramirez Kejelin. Método de construção de ontologias multilingues com associação de conceitos a objetos em espaço 3D. Tese, 2011.

Com o crescimento no volume de documentos disponíveis na Web, são necessários métodos para gerenciar o conhecimento disponível nesses documentos. Entre os métodos de gestão, destaca-se a construção e aplicação de ontologias. Torna-se então necessária a aplicação de um meio descritivo mais universal para a apresentação de um conceito e de suas relações semânticas, um meio que seja compreensível por qualquer pessoa, em qualquer idioma. Torna-se necessário também o reuso de duas tecnologias já existentes, na tentativa de universalização de conceitos e relações semânticas: a Universal Networking Language (UNL) e a Unified Modeling Language (UML). Portanto, o objetivo deste trabalho é desenvolver um método de construção e representação visual de ontologia multilingue e modelar um editor usando recursos gráficos em espaços 2D e 3D. A proposta da tese consiste em uma metodologia de construção de ontologias composta de palavras universais, associadas a objetos no espaço 3D, possibilitando a conversão entre instâncias de ontologias em vários idiomas. Para a validação desta tese, foram programados três sistemas gráficos compartilhados de construção de ontologias multilíngües, na forma de redes de relacionamento e envoltórias, utilizando os conceitos de Palavras Universais do projeto UNL como ponte para equivalência entre os conceitos dessas ontologias, e usando critérios de usabilidade durante a construção do editor. Este trabalho utilizou a pesquisa qualitativa como abordagem para análise e interpretação dos dados. As fontes de informações desta pesquisa foram obtidas por intermédio da pesquisa bibliográfica, em que os dados estão disponíveis em livros, publicações e periódicos. Quanto aos objetivos, esta pesquisa caracterizou-se como descritiva. A proposta é seguida de um projeto e programação de um aplicativo de construção de ontologias. Posteriormente, para fins de melhoramento no uso deste aplicativo, são levantados os critérios de usabilidade de software. Após o levantamento, três aplicativos de construção de ontologias são comparados com o uso desses critérios, por meio de entrevistas com usuários: a) O primeiro aplicativo apresenta ontologias com conceitos associados a objetos no espaço 3D, na forma de redes de relacionamento e envoltórias; b) Um aplicativo que apresenta ontologias como redes de relacionamento e envoltórias no espaço 2D; c) Um aplicativo que apresenta ontologias construídas na forma de listas indentadas, formulários e tabelas. Após a comparação dessas ferramentas, foram apontadas vantagens e desvantagens no uso de cada um dos três modelos de editores. Em seguida, foram levantados os relatos científicos anteriores referentes a comparações entre visões de ontologias, comparando opiniões concordantes e discordantes dos autores. Concluiu-se que os resultados foram bem-sucedidos na representação de conceitos multilíngües associados a objetos, representados tanto no espaço 2D quanto no espaço 3D. Foram observados também resultados bem sucedidos nos modelos matemáticos e estruturais que fundamentaram as aplicações de construção de ontologias.

Link para download: Cesar R K Stradiotto

SAVI, Rafael. Avaliação de jogos voltados para a disseminação do conhecimento. Tese, 2011.

O conhecimento é um recurso valioso que pode ser capturado, codificado, armazenado e disseminado para a sociedade por meio de diferentes tipos de mídias. Os jogos educacionais são mídias voltadas para a educação e usados para transferir e adquirir conhecimentos em diversas áreas, sendo um dos seus benefícios importantes, possibilitar que alunos possam ter experiências práticas. A engenharia de software é uma área que tem buscado nos jogos uma forma alternativa para sair do ensino excessivamente centrado no professor para tentar proporcionar uma maior aplicação prática dos conceitos. Vários jogos já foram desenvolvidos para apoiar o ensino e aprendizagem da engenharia de software. Entretanto, ao desenvolver ou utilizar jogos educacionais é importante realizar avaliações da qualidade destes artefatos para assegurar que trazem benefícios a fim de justificar sua utilização. Um jogo de qualidade é aquele que tem objetivos educacionais bem definidos, motiva os alunos para os estudos e promove a aprendizagem de conteúdos curriculares por meio de atividades divertidas, prazerosas e desafiadoras. Este trabalho propõe um modelo para a avaliação da qualidade de jogos educacionais baseado no modelo de avaliação de treinamentos de Kirkpatrick, nas estratégias motivacionais do modelo ARCS, na área de experiência do usuário e na taxonomia de objetivos educacionais de Bloom. A estrutura teórica do modelo e um questionário para a coleta de dados com base da percepção dos alunos foram criados e são apresentados. O modelo foi testado com três jogos educacionais para avaliação de sua validade e confiabilidade, com o emprego de técnicas estatísticas, além da avaliação de sua aplicabilidade e utilidade. Os primeiros resultados foram satisfatórios e espera-se que este modelo possa trazer contribuições para a qualidade de jogos educacionais e a orientar professores na seleção e uso deste tipo de material de ensino e aprendizagem.

Link para download: Rafael Savi

SILVA, Arleide Rosa da. Análise da relação entre a gestão do conhecimento e o ambiente de inovação em uma instituição de ensino profissionalizante. Tese, 2011.

A presente proposta foi desenvolvida considerando a limitação de estudos de caracterização de ambientes de inovação em instituições de ensino profissionalizante, especificamente com relação à contribuição da gestão do conhecimento na estruturação de um ambiente propício à aprendizagem e aos impactos que essa análise pode proporcionar para a criação de novos conhecimentos e elaboração de estratégias corporativas inovadoras nessas instituições. Assim, como objetivo geral, buscou-se avaliar qual a influência da gestão do conhecimento no contexto do ensino profissionalizante para o desenvolvimento de um ambiente propício à inovação e para alcançá-lo foram definidos os seguintes objetivos específicos: a) caracterizar a percepção dos colaboradores envolvidos com a Metodologia de Educação por Competências sobre os modos de conversão do conhecimento numa instituição de ensino profissionalizante (IEP); b) identificar as dimensões de um ambiente de inovação numa IEP; e c) verificar o impacto da gestão do conhecimento sobre o ambiente de inovação da IEP. A pesquisa caracterizou-se como um método descritivo e quantitativo, que adotou a técnica do tipo “survey” e foi implementada sob duas linhas de ação: aplicação de um questionário baseado no modelo validado pela Organisation For Economic Co-Operation And Development – OECD (2003) para identificar as práticas de gestão do conhecimento adotadas pela instituição. Adotou-se como base, o referencial teórico da teoria de criação do conhecimento organizacional difundida por Nonaka e Takeuchi (1997), destacando-se os quatro modos de conversão do conhecimento existentes na instituição estudada. Em seguida, propôs-se uma estrutura para a avaliação de ambientes propícios à inovação com a incorporação da variável gestão do conhecimento, utilizando os constructos apresentados por Machado e Carvalho (2011). Baseou-se na adaptação do instrumento definido como Minnesota Innovation Survey (MIS) contendo quatro grupos de dimensões que envolvem características internas, externas, de resultados e de gestão do conhecimento, totalizando 21 dimensões e englobando 39 questões com opções de resposta em escala Likert de sete pontos. A partir dos dados coletados foram desenvolvidas as seguintes análises: análise de frequência, teste de confiabilidade, análise fatorial, análise de regressão linear múltipla e a modelagem de equações estruturais que constataram que o processo de inovação educacional foi considerado eficiente e que a instituição estudada obteve bom índice de adequação ao modelo, por impetrar, através da estrutura proposta, poder de explicação satisfatório à percepção da eficiência da inovação. Além disso, pode-se destacar que os esforços dispensados na tradução, adaptação e aplicação dos instrumentos de pesquisa propostos pelo Minnesota Innovation Survey (MIS) e pela Organisation for Economic Co-operation and Development (OECD) poderão contribuir para elaboração de estratégias corporativas inovadoras da instituição pesquisada. Finalmente, sabe-se que o resultado do uso dos instrumentos do MIS e da OECD, adaptados do ambiente empresarial para o ambiente educacional, disponibilizará uma ferramenta inédita para aplicação em processos de gestão educacional e a validação desse instrumento em nível nacional e internacional passa a ser uma consequência natural na evolução dessa pesquisa.

Link para download: Arleide Rosa da Silva

OBREGON, Rosane de Fátima Antunes. O padrão arquetípico da alteridade e o compartilhamento de conhecimento em ambiente virtual de aprendizagem inclusivo. Tese. 2011

O impacto das Tecnologias da Informação e da Comunicação na sociedade instaurou um novo e complexo espaço global para a ação social e, por extensão, para a ação educativa. Nessa direção, emerge o ambiente virtual de aprendizagem, como potencializador de processos de compartilhamento de conhecimento. Entretanto, o caráter colaborativo, dinâmico e socializador desses ambientes não permitem às pessoas com deficiência visual ou deficiência auditiva adaptarem-se à ruptura provocada por esse novo paradigma. Ante tais constatações, esta tese tem como objetivo propor recomendações para processos de compartilhamento de conhecimento em Ambiente Virtual de Aprendizagem Inclusivo. Nessa perspectiva, a pesquisa apóia-se na convergência interdisciplinar entre: 1) a Teoria da Cognição Situada, para sinalizar caminhos e possíveis trajetórias na compreensão do tecido social da aprendizagem, e 2) a Pedagogia Simbólica Junguiana, para auxiliar na compreensão psicológica das relações estabelecidas entre os usuários. Fundamentalmente, a presente tese busca formalizar o encontro dessas abordagens em ambientes suportados por tecnologias da informação e da comunicação, bem como potencializar a Teoria da Cognição Situada, com a contribuição dos instrumentos junguianos. Nesse intento, o percurso metodológico adotado – técnica do grupo focal, permitiu reunir características de aprendizagem das pessoas com deficiência visual, com deficiência auditiva e pessoas sem deficiência. Com as observações nos diferentes grupos focais, e com base na fundamentação teórica, foi possível desenvolver um conjunto de quarenta e cinco recomendações, distribuídas em seis categorias: Perspectivas, Alunos, Design Instrucional, Procedimentos, Conteúdos Simbólicos e Recursos Hipermidiáticos. Por conseguinte, a aplicação do Método Delphi permitiu a análise interativa de especialistas de diferentes áreas de conhecimento, viabilizando o consenso na adequação e coerência das recomendações para processos de compartilhamento de conhecimento em Ambiente Virtual de Aprendizagem Inclusivo no padrão arquetípico da Alteridade.

Link para Download: Rosane Obregon

LOPES, Luiz Fernando. Um modelo de engenharia do conhecimento baseado em ontologia e cálculo probabilístico para o apoio ao diagnóstico. Tese, 2011.

O diagnóstico, como tarefa intensiva em conhecimento, é um processo complexo uma vez que existe uma grande variedade de elementos e circunstâncias a serem considerados para uma tomada de decisão. Incertezas geradas pela subjetividade, imprecisão e/ou falta de informações atualizadas existem em quase todos os estágios e interferem quanto à segurança e eficácia no resultado. Os dados e informações úteis, quando coletados e tratados adequadamente (técnica), provenientes de diagnósticos realizados (processo) e que permanecem em estado latente, podem tornar-se uma valiosa fonte de conhecimento se associados à experiência e observação do profissional (humano) que os utiliza. Assim, o objetivo desta pesquisa é propor um modelo de Engenharia do Conhecimento que possibilita a geração de novos conhecimentos para apoiar o processo de diagnóstico. As metodologias, métodos e técnicas da Engenharia do Conhecimento, utilizados neste modelo para apoiar este processo, são: CommonKADS, Ontologias, Cálculo Probabilístico e Sistemas de Descoberta Baseados na Literatura. Através da integração entre esses elementos, o modelo proposto é aplicado em um estudo de caso, o qual possibilita que evidências sejam destacadas e analisadas através de pesquisa literária como possíveis novos conhecimentos. Após a confirmação de um novo conhecimento, envolvendo a comunidade científica, o processo de inferência é atualizado. Para a verificação do aspecto de consistência do modelo, buscou-se o consenso de opiniões em um grupo de especialistas utilizando o método Delphi. Os resultados mostram que a aceitação nos conceitos, métodos e técnicas, que compõem o modelo, fica acima de um mínimo estabelecido para este estudo e os comentários dos especialistas geraram reflexões para compor o resultado final deste trabalho. Conclui-se, portanto, que, através desta pesquisa, o modelo proposto atende os requisitos para a geração de novos conhecimentos e contribui para o aperfeiçoamento da tarefa de diagnóstico.

Link para download: Luiz Fernando Lopes

RIBEIRO JÚNIOR, Divino Ignácio. Modelo de sistema baseado em conhecimento para apoiar processos de tomada de decisão em ciência e tecnologia. Tese, 2011.

Os fluxos de capital e conhecimento que geram desenvolvimento socioeconômico são influenciados, no Brasil, por políticas, planejamento em C,T&I, e monitoramento. O sistema nacional de ciência, tecnologia e inovação, ou SNCTI, gera informação operacional disponível em plataformas públicas, mas a carência de sistemas de conhecimento nesse contexto leva à pergunta de pesquisa: como revelar conhecimentos para apoiar a tomada de decisão em C,T&I a partir de fontes de informação geradas pelos atores do SNCTI? Assim, foi criado um Modelo de Sistema Baseado em Conhecimento para apoiar processos de tomada de decisão em C,T&I baseado em instrumentos de Engenharia do Conhecimento (CommoKADS, KMDL, Ontologias OWL-DL e SWRL), e também, num referencial teórico-contextual sobre a C,T&I e Gestão do Conhecimento, para dar-lhe contexto, propósito e semântica. O Modelo criado foi aplicado num caso de planejamento em C&T, com a construção de um SBC, e verificou-se que o Modelo é capaz de usar informação de fontes públicas e revelar conhecimento para um Gestor de C,T&I. É escalável e é uma contribuição metodológica para a Engenharia do Conhecimento por articular diferentes instrumentos, e futuramente, pode ser experimentado em outras áreas do Conhecimento.

Link para Download: Divino Ignacio Ribeiro Junior

FACHIN, Gleisy Regina Bories. Ontologia de referência para periódico científico digital. Tese, 2011.

A Web proporciona uma amplitude de publicações nos mais variados formatos, padrões, tamanhos e idiomas. Os recursos tecnológicos disponibilizados, tanto em hardware como em software específicos, com o advento do movimento de acesso livre e arquivos abertos modificam o processo de editoração de publicações científicas, bem como, o armazenamento, a disseminação, recuperação e preservação de informações científicas, fundamentais em todas as áreas do conhecimento. Entre as publicações encontram-se os periódicos científicos digitais. Dessa forma, questionou-se, dentre a gama de normas e padrões, formatos e linguagens existentes e utilizáveis na área da comunicação científica, quais são os metadados para padronização dos periódicos científicos digitais que possibilitam a interoperabilidade, inferência e inserção dos mesmos nas fontes referenciais, por meio do uso de ferramentas ontológicas que proporcionem melhor recuperação dos mesmos na Web?Para responder a questão, esta tese teve como objetivo propor um conjunto de metadados para periódico científico digital, possibilitando a interoperabilidade por meio do uso de ferramenta ontológica. Para alcançar o objetivo foram  identificados metadados para periódico científico digital, comparando-os com padrões e formatos existentes, além de compará-los também com critérios de avaliação de fontes de informação referenciais. Selecionando, comparando e complementando metadados, foi formado um conjunto de metadados e consolidado com a construção de uma ontologia de referência, representando o uso de uma ferramenta ontológica, utilizando a plataforma Protégé. Neste estudo conclui-se que o Conjunto de Metadados para Periódico Científico Digital é o principal elemento para a interoperabilidade na Web, quanto às informações reconhecidas como científicas e validadas pela comunidade científica, além de outras aplicações. A construção da Ontologia de Referência para Periódico Científico Digital (ORPCD) demonstra a importância do uso de ferramentas ontológicas como recurso para a Web Semântica, com base no conjunto de metadados para periódico científico digital padronizado e definido para possibilitar a interoperabilidade na Web, que se autossustenta como recurso na recuperação de informações relevantes e precisas. Esta ontologia de referência caracteriza-se por compilar, documentar, organizar, esclarecer e descrever dados em um domínio específico, neste caso, o periódico científico digital, resolvendo incompatibilidades terminológicas e indeterminações classificatórias. A validação do conjunto de metadados para periódico científico digital deu-se com a construção da ontologia de referência na plataforma Protégé, utilizando questões de competência, por meio da aplicação da linguagem SPARQL. Da mesma forma, a ontologia de referência para periódico científico digital foi aplicada em cenários reais, simulando sua operação como um metabuscador.

Link para download: Gleisy Fachin