Home » Archive by category "Tese" (Page 25)

FAUST, Richard. Exploração do espaço de design das interações humano-computador: uma abordagem da gestão do conhecimento ergonômico. Tese, 2009.

O projeto da interação humano-computador é uma atividade em alta demanda, complexa e intensiva em conhecimento. O objetivo geral deste trabalho de tese é estabelecer uma abordagem de representação, integração, reuso e evolução de conhecimento ergonômico para a exploração do espaço de design de interações humano-computador. Para tal o conceito de design rationale é explorado em três dimensões: como parte do entendimento corrente da atividade de design, como caracterização das atividades de design como intensivas de conhecimento e passíveis de suporte específico e como possível unificador dos diversos tipos de conhecimento envolvidos no design de IHC. Destas compreensões uma proposta de abordagem para suportar a gestão do conhecimento ergonômico para exploração do espaço de design de IHC é proposta e aplicada em um estudo de campo. O estudo de campo foi parte do  esforço para definição de um padrão de referência em usabilidade para o Sistema Brasileiro de TV Digital (SBTVD). A abordagem metodológica resultante inclui uma taxonomia de argumentos ergonômicos para design de IHC, um processo de gestão de conhecimento ergonômico, um processo mínimo de design de IHC e uma extensão da notação QOC apropriada à gestão de conhecimento de design de IHC.

Link para download: Richard Faust

SOUZA, Gilberto. Modelo de Linguagem Corpórea para Artefatos. Tese, 2009

Esta tese, no âmbito de estudo da consciência, apresenta as bases para um modelo de uma linguagem, inerente aos estados internos de um corpo, que expressa as possíveis características biológicas da préconsciência. A partir da contextualização do estudo da consciência em uma linha de pesquisa voltada aos aspectos corporais, pode-se esboçar um modelo de consciência que define elementos fundamentais do corpo como os possíveis descritores do processo de emergência da consciência. A união de elementos descritores em um agrupamento lógico semelhante a uma linguagem fornece a base para a definição de um modelo que além de descrever a interação dos elementos dos estados internos de um corpo, se integra à proposta de esclarecer como esses elementos podem ser utilizados para descrever a emergência da consciência. Uma simulação computacional de um corpo artificial inspirado na biologia humana e com alguns dos componentes da linguagem corpórea, mostra a capacidade de visualização de alguns dos estados internos do artefato. Conclui-se que o modelo de linguagem corpórea pode ser uma parte importante para a descrição do processo de emergência da consciência, e, ainda que a simulação computacional além de incorporar diversos componentes de uma plataforma cognitiva consistente inspirada na biologia humana, fornece um meio para a visualização dos estados internos do artefato simulado.

Link para download: Gilberto C. de Souza

BIZ, Alexandre A. Avaliação dos Portais Turísticos Governamentais Quanto ao Suporte a Gestão do Conhecimento. Tese, 2009.

O objetivo dessa pesquisa visa avaliar os portais turísticos gerenciados pelas Organizações Públicas de Turismo quanto a sua capacidade de suporte à gestão do conhecimento. Justifica-se o foco nas Organizações Públicas de Turismo pelo papel que o Estado exerce no fomento da atividade turística. Ao todo foram avaliados vinte e nove portais turísticos gerenciados por Organizações Públicas de Turismo de instância de governança federal e estadual. Utilizou-se o método misto mediante a comparação triangular cruzada entre a construção de um modelo de referência de avaliação de portais turísticos com suporte à gestão do conhecimento baseado em conceitos e modelos de gestão do conhecimento, a mensuração de indicadores quantitativos desenvolvidos a partir do comparativo de três modelos de análises de portais turísticos e do modelo referencial de portal turístico; e a mensuração do instrumento qualitativo construído a partir do modelo de representação de fluxo de informação, no domínio da integração de sistemas de informação, no modelo de ciclo de vida do conhecimento e no modelo de arquitetura da gestão do conhecimento. Como resultado, pode-se perceber as deficiências administrativas e estratégicas das Organizações Públicas de Turismo brasileiras quanto ao uso dos portais turísticos como ferramenta estratégica para tomada de decisões. A ausência de integração entre os envolvidos no processo e do uso de ferramentas de tecnologia e de gestão inibem o processo de obtenção do conhecimento individual (orientação pessoal) e organizacional (orientação as tecnologias), prejudicando o mapeamento do conhecimento (individual e organizacional) bem como a construção de um repositório de conhecimento (memória organizacional). Como considerações finais, afirma-se que os portais turísticos analisados não foram arquitetados para dar suporte à gestão do conhecimento e que o seu uso é subtilizado enquanto ferramenta estratégica de gestão de destinos turísticos.

Link para download: Alexandre Augusto Biz

BÚRIGO, Roseli. Integração entre Educação Matemática e Educação Ambiental: uma proposição no contexto da Gestão do Conhecimento. Tese, 2009.

A Gestão do Conhecimento ganha, cada vez mais, status de área fundamental para o desenvolvimento da consciência crítica, como uma das ações para a construção de uma vivência equilibrada do ser humano com seu ambiente natural. Noções como complexidade e transdisciplinaridade que concorrem para o melhor entendimento da sociedade atual e que são ferramentas importantes para a Gestão do Conhecimento são apresentadas nesse trabalho. Essas noções ajudam a compreender a necessária confluência, no processo pedagógico, de áreas aparentemente tão distintas como Educação Matemática e Educação Ambiental. Numa perspectiva teórica crítica, procura-se analisar porque, se a Matemática tem relação com o mundo social, este estreitamento não ocorre no momento do seu ensino. Buscam-se, ainda, estratégias que aliem a Matemática à Educação Ambiental, tendo em vista a sustentabilidade do planeta. A análise dos Parâmetros Curriculares Nacionais fez-se necessário, a fim de averiguar que proposições estes documentos norteadores da atual educação brasileira têm em relação ao processo ensino-aprendizagem da Matemática e quais as direções propostas para a interligação desta disciplina com a Educação Ambiental. Esta análise dá indício de uma abordagem ainda tangencial e dicotômica, distante da mudança de paradigmas no processo ensino-aprendizagem que parece ser a única possibilidade para torná-lo fonte de conhecimento e de criticidade, ética, solidariedade e responsabilidade social e ambiental como se almeja. erificou-se, também, que a aplicação de projetos integradores das disciplinas em questão são viáveis e estimulantes para os alunos, contribuindo para uma nova visão destes em relação à Matemática.

Link para download: Roseli Búrigo

MITIDIERI, Tibério da Costa. Construção de Futuro e Sustentabilidade. Tese, 2009.

Este estudo visa analisar o processo de construção de futuro sustentável a partir da percepção de especialistas sobre o tema. A metodologia integra conceitos de liderança responsável, gestão de valores, sustentabilidade e metáforas utópicas e distópicas. São apresentados questionários de viés qualitativo sob impressões da importância da sustentabilidade no processo de construção do futuro. A metodologia fornece resposta consistente para o planejamento estratégico de organizações permitindo visualizar a construção de cenários e visão de futuro possível, através da construção de utopias; consistindo em uma poderosa ferramenta para a construção de um futuro desejável. Dentre as conclusões obtidas fica evidenciada a importância criação de uma cultura, visão e missão para sustentabilidade dentro das organizações; a liderança responsável e os valores tem papel fundamental para reforçar que a ação deve seguir o discurso; a Utopia Mobilizadora pode ser usada como a “Visão” de futuro sustentável das organizações.

Link para download: Tiberio Mitidieri

REMOR, Lourdes de Costa. Auditoria de conhecimento em saúde. Tese, 2009.

Esta pesquisa apresenta uma proposta de utilização do relatório de auditoria no apoio à gestão. O propósito é que esteja construído para a tomada de decisão o que requer embasamento e critérios. Essas duas sustentações podem ser pensadas como agregação de valor. Os serviços, no setor de saúde, objeto da auditoria, estão estabelecidos imprecisamente no que concerne ao seu conceito e características. É dado destaque ao método da pesquisa, baseado, por um lado na hermenêutica de Habermas e Thompson e, por outro, em alguns princípios da psicanálise, que coincidam com a função de escuta e interpretação do auditor. Descreve a auditoria do Sistema Único de Saúde do Brasil, apresentando resultados generalizáveis para auditorias de serviços em geral. Contextualiza a auditoria na perspectiva da gestão de serviços de saúde e não da assistência. A partir das características, envolvidas pelo conceito de serviço e das peculiaridades da auditoria, conclui-se que a auditoria não pode ser padronizada, considerando que o seu principal objeto (serviço) também não o é.

Link para dowload: Lourdes de Costa Remor

BEPPLER, Fabiano Duarte. Um modelo para recuperação e busca de informação baseado em ontologia e no círculo hermenêutico. Tese, 2008.

Os sistemas de busca, mesmo com avanços quanto à organização da informação e taxas de precisão e recuperação, ainda são baseados apenas na comparação de termos de busca, que ignora o possível aprendizado que existe nas iterações subseqüentes à primeira busca. Com base nesta constatação, propõe-se um modelo de recuperação e busca de informação com base nas teorias referentes ao círculo hermenêutico, information seeking, recuperação de informação e ontologias. Uma ontologia de domínio é usada para a construção de indexadores da base de conhecimento e para viabilizar a metáfora do círculo hermenêutico, ou seja, permitir que usuários naveguem nos conceitos da ontologia e nas instâncias desses conceitos em uma forma de vai e vem. A demonstração de viabilidade do modelo é realizada por meio do framework Hermeneus, que dá suporte à construção de sistemas de busca que alternam diferentes tipos de estratégias para o refinamento das buscas, e pela comparação com outros modelos de recuperação e busca de informação. Hermeneus atua como um intermediário entre o usuário e a informação requerida, conectando as questões que o usuário tem em mente às respostas que são encontradas nas iterações de busca com contextualização em ontologia. Dessa forma, o modelo proporciona que a dinamicidade requerida por sistemas de busca seja alcançada, pois em um processo de busca o significado está sempre sendo criado e recriado.

link para download: Fabiano Duarte Bepler

MACEDO, Marcelo. TV Digital Interativa e Gestão do Conhecimento Organizacional. Tese, 2008.

Esta tese aborda a TV Digital Interativa como uma das tecnologias da Era do Conhecimento que podem auxiliar no processo de Gestão do Conhecimento organizacional. As aplicações e serviços de TVDI podem ser utilizados para fazer uma ponte estratégica entre essa nova tecnologia e o processo de Gestão de Conhecimento nas organizações. Nesse sentido, o objetivo principal desta pesquisa é propor um modelo para analisar a adequação do uso de recursos da TV Digital Interativa à Gestão do Conhecimento organizacional. Se as aplicações e serviços de TVDI forem usadas de maneira adequada, podem tornar-se um poderoso instrumento de criação, compartilhamento e disseminação de conhecimento nas organizações. O ineditismo, além da relação entre a Gestão do Conhecimento Organizacional e a TV Digital Interativa, também aparece na metodologia, pois não foi ainda desenvolvida uma relação entre o Modelo de Criação de Conhecimento de Nonaka e Takeuchi e as aplicações e serviços da TVDI. O modelo desenvolvido trata da relação entre as características e as cinco fases de criação de conhecimento do modelo de Nonaka e Takeuchi, e outra relação entre as aplicações e serviços de TVDI e as características do modelo de Nonaka e Takeuchi. A validação do modelo, com a definição dos conceitos de suporte, contexto e confiança, foi realizada a partir da relação entre a teoria sobre GCO e TVDI, a percepção do autor na aplicação do modelo, e entrevistas com especialistas em TVDI e GC sobre a análise realizada, o método desenvolvido e a necessidade de possíveis mudanças. O modelo foi considerado útil e pertinente por todos os especialistas e alguns pontos positivos foram destacados, tais como: utilidade para fixar o conteúdo; permite a utilização por qualquer tipo de organização; possibilita a paremetrização de cenário, permitindo a análise objetiva de novos negócios que podem surgir; e permite que sejam inseridas outras variáveis.

Link para download: Marcelo Macedo

OLIVEIRA, Angela M. Fleury. O papel da liderança na implementação do processo de responsabilidade social empresarial. Tese, 2008.

Para este trabalho foi feita uma pesquisa qualitativa, descritiva e longitudinal, envolvendo nove casos em três empresas brasileiras integrantes do Índice Dow Jones de Sustentabilidade. A pesquisa buscou compreender o papel da liderança na implementação do processo de Responsabilidade Social Empresarial, por meio de entrevistas e análise documental. A liderança, descrita como um processo de influência que ocorre no contexto de um grupo, ganha mais abrangência na implementação desse processo, em função das demandas, muitas vezes conflitantes, dos vários públicos interessados nos seus resultados. A complexidade das relações com diferentes atores aumenta os desafios da liderança para equilibrar resultados econômicos, sociais e ambientais, na perspectiva de longo prazo, e para colaborar com a sociedade na construção de uma nova ética planetária. Este estudo contribuiu para o entendimento do papel da liderança em contextos empresariais, nos quais têm sido implementados processos, conceitos e princípios da Responsabilidade Social Empresarial. A análise do papel da liderança foi realizada para compreender: a) os fundamentos da ação da liderança; b) as etapas de implementação do processo; c) os papéis exercidos e identificados no processo; d) as aprendizagens daí decorrentes e o referencial teórico que as suporta; e) a proposta de criação de valor sustentável à empresa. Os achados dizem respeito mais à importância dos fundamentos internos do que às padronizações legais na implementação do processo de Responsabilidade Social Empresarial. Verificou-se que esse processo demonstra aprendizagens de ciclo duplo e formas de perceber situações emergentes, de agir em consonância com elas, reduzindo preconceitos e formas históricas de emprestar sentido à realidade. Os papéis de liderança extrapolam aqueles tradicionais encontrados na literatura, e outros novos emergem ou se tornam ampliados com novos conteúdos. As teorias de liderança compartilhada, distribuída no grupo e complexa, permitiram melhor compreensão desse processo. A pesquisa pretendeu um entendimento inicial sobre como a liderança criou valor sustentável por meio de processos evolucionários e revolucionários paraos públicos interessados nos resultados da empresa.

Link para download: Angela Fleury

JULIANI, Jordan Paulesky. A SOCIALIZAÇÃO DE CONHECIMENTO ENTRE CONSUMIDORES NA BUSCA DE MELHORES ALTERNATIVAS DE COMPRA. UM MODELO TECNOLÓGICO. Tese, 2008.

A dinamicidade das relações entre fornecedores e consumidores e a percepção, por estes últimos, do poder de barganha e de influência que exercem sobre os primeiros, fazem surgir a demanda por uma ferramenta para melhor gerir o processo de compra, de forma a proporcionar aos consumidores o compartilhamento de informações de consumo que envolvam todas as etapas do referido processo, desde o reconhecimento da necessidade de consumir, passando pela busca de alternativas de compra, seguida da avaliação da melhor alternativa e, finalizando, com a compra propriamente dita, até o processo de avaliação da satisfação dos consumidores com a compra realizada. Os consumidores eletrônicos, diferentemente dos consumidores do mercado tradicional (físico), quando do reconhecimento da necessidade de consumo, buscam informações por meio de sistemas de e-procurement. Tais sistemas representam um poderoso mecanismo para a cotação de preços de produtos e serviços, em que os fornecedores cadastram seus produtos e disponibilizam aos consumidores os preços dos produtos por aqueles comercializados. O modelo de rede social proposto terá uma carga inicial de informações coletadas dos sistemas de e-procurement já existentes, após o que será abastecido: pelos consumidores, com as informações obtidas por eles durante o processo de compra – ainda que não a tenham efetivamente realizado –; pelos fornecedores que queiram cadastrar seus produtos e oportunidades de compra; e, ainda, pelos institutos de pesquisa de preços e de opiniões sobre produtos. Somadas as informações, estas serão processadas e depois disponibilizadas para consultas públicas de outros consumidores usuários ou, então, de fornecedores que tenham por objetivo realimentar seus processos de produção, marketing e de vendas utilizando-se das informações constantes do modelo.

Link para download: Jordan P. Juliani