Home » Archive by category "Tese" (Page 23)

BETTIO, Raphael Winckler de. Interrelação das Técnicas Term Extraction e Query Expansion Aplicadas na Recuperação de Documentos Textuais. Tese, 2007.

Conforme Sighal (2006) as pessoas reconhecem a importância do armazenamento e busca da informação e, com o advento dos computadores, tornou-se possível o armazenamento de grandes quantidades dela em bases de dados. Em conseqüência, catalogar a informação destas bases tornou-se imprescindível. Nesse contexto, o campo da Recuperação da Informação, surgiu na década de 50, com a finalidade de promover a construção de ferramentas computacionais que permitissem aos usuários utilizar de maneira mais eficiente essas bases de dados. O principal objetivo da presente pesquisa é desenvolver um Modelo Computacional que possibilite a recuperação de documentos textuais ordenados pela similaridade semântica, baseado na intersecção das técnicas de Term Extration e Query Expansion.

Link para download: Raphael Winckler de Bettio

BEBER, Bernadétte. Reeducar, reinserir e ressocializar por meio da Educação a Distância. Tese, 2007.

Esta tese tem como objetivo construir uma Estratégia Didático-Pedagógica para a Educação Básica e profissionalização de jovens e adultos em Espaços Prisionais, na modalidade da Educação a Distância, visando reeducação, reinserção e ressocialização. Os estudos foram realizados pela pesquisa bibliográfica e documental. Bibliográfica para estudar o currículo na Educação Básica e profissionalização, as legislações penal e educacional, a modalidade de Educação a Distância, a Visão Sistêmica e a criação da Estratégia Didático- Pedagógica; a pesquisa documental realizada nos trinta e quatro Espaços Prisionais do Estado de Santa Catarina para se obter dados sobre a população carcerária quanto à formação educacional e os aspectos de profissionalização. Efetivamente a Estratégia Didático-Pedagógica proposta nesta tese visa promover a inclusão e valorização do apenado como ser humano, promovendo acesso ao conhecimento sistematizado, ao profissionalismo pelas tecnologias de informação e comunicação para que, ao retornarem à sociedade, não reincidam ao mundo do crime pela falta de Educação Básica, requisito mínimo para o exercício da cidadania no convívio social.

Link para Download: Bernadette Beber

DALFOVO, Oscar. Modelo de Integração de um Sistema de Inteligência Competitiva com um Sistema de Gestão da Informação e de Conhecimento. Tese, 2007.

A Inteligência Competitiva e os Sistemas de Informação isoladamente tornaram-se uma atividade fundamental para a sobrevivência das organizações neste mercado competitivo. A integração destas atividades possibilita uma mudança de mentalidade nas organizações que passam tratar como fator de vantagem competitiva, tanto as informações estruturadas quanto as não estruturadas. O presente trabalho apresenta a concepção de um modelo em Gestão da Inteligência Competitiva integrada com Sistemas de Informação (GICSI). A concepção do modelo GICSI fundamentou-se em revisão bibliográfica, como estado-da-arte, acrescido de um estudo de campo estatístico descritivo e dedutivo, que apontou os requisitos básicos do modelo. O modelo proposto apresenta as fases e etapas que deve ser seguido, apresentando os resultados na integração entre inteligência competitiva com sistemas de informação, com isso, visando auxiliar a organização na tomada de decisão. A importância de um planejamento que incluam todos os componentes dos Sistemas de Informação integrando-se com Inteligência Competitiva é fundamental neste enfoque, pois trata de uma visão sistêmica desde as bases mais operacionais até chegar a um ambiente mais estratégico, o que possibilita uma estrutura suficiente para assumir o desafio de realizar a gestão do conhecimento dentro de uma organização. Adicionalmente, para validação e viabilização deste modelo, se fez necessário, especificar, implementar e aplicá-lo em uma área experimental, para isso escolheram-se algumas áreas e empresas na Regional do Vale do Itajaí-SC. A escolha destas áreas foi por serem conceituadas nesta região e estarem dentro do Arranjo Produtivo Local (APL). Como resultado, na concepção deste modelo, demonstrou-se a viabilidade na integração entre inteligência competitiva e sistemas de informação, com o objetivo de auxiliar as organizações na tomada de decisão. Através da aplicação deste modelo, conseguiu-se também alcançar outros resultados, mais voltados na integração dos sistemas de informação utilizando-se de Tecnologia da Informação e Comunicação, Business Intelligence, Raciocínio Baseado em Casos, Data Warehouse, Enterprise Resource Planning e outros, como inteligência competitiva nas organizações.

Link para download: Oscar Dalfovo

SILVA, Juarez Bento. A utilização da experimentação remota como suporte para ambientes colaborativos de aprendizagem. Tese, 2007.

As novas tecnologias da informação e comunicação têm assumido nas últimas décadas um papel fundamental na representação social da realidade universitária as mudanças por elas proporcionadas ocorrem a uma velocidade vertiginosa derivando disso uma nova cultura. Neste contexto o ensino e a aprendizagem não são atividades solitárias e são tratados como um esforço cooperativo entre os atores envolvidos neste processo, onde a participação ativa e a interação permitem que o conhecimento possa emergir desde um diálogo ativo entre os participantes compartilhando suas idéias e informação. O ensino e aprendizagem já não estão limitados aos trabalhos dentro das salas de aulas e as modalidades de ensino presencial e à distância começam a serem fortemente modificadas desafiando as instituições de ensino superior – IES a encontrar novos modelos para novas situações. Uma das tarefas mais importantes das IES é tornar os currículos dos cursos mais flexíveis, onde se apresenta como possibilidades promissoras é a integração das atividades presenciais e a distância em modelo denominado “blended learning”. Na prática já vivemos em nosso país um modelo de flexibilização curricular, pois, segundo a portaria 2253 do MEC, de 18 de outubro de 2001, as IES podem ministrar 20% da carga total dos cursos na modalidade presencial com disciplinas no formato EAD. Esta tese apresenta a utilização da experimentação remota como suporte para ambientes de ensino/aprendizagem acreditando que esta proposição possa representar aportes aos atuais modelos educacionais. Os laboratórios de experimentação remota são caracterizados pela realidade mediada pela distância, similares aos laboratórios “hands-on” requerem espaço e dispositivos, porém, são diferenciados destes uma vez que experimentos e usuários estão geograficamente separados. Um laboratório de experimentação remota pode proporcionar aos estudantes uma aproximação deste com o mundo real, uma vez que, as atividades de laboratório desempenham um papel crítico na formação, principalmente em cursos nas áreas das ciências naturais e tecnológicas e também representam uma maneira de compartilhamento de recursos, de tal forma a reduzir os custos para utilização destes recursos, por parte das IES além de constituir em um fator de enriquecimento da experiência educacional.

Link para download: Juarez Bento da Silva

VIEIRA, Eleonora M. F. Fluxo informacional como processo à construção de modelo de avaliação para implantação de cursos em educação a distância. Tese, 2006.

Esta tese de doutorado tem por objetivo a construção de um modelo de avaliação para implantação e acompanhamento de cursos na modalidade a distância como suporte a gestão do ensino superior. O trabalho está focado na necessidade de construir um modelo capaz de assegurar a qualidade na implantação e no desenvolvimento dos cursos a distância. Como base teórica de sustentação do trabalho se utiliza análises de procedimentos avaliadores nacionais e internacionais. Estabelece-se uma razão analítica do fluxo informacional como instrumento para atingir o objetivo principal. Para cumprir tal objetivo segue-se uma abordagem metodológica normativa/descritiva/aplicada, com predominância qualitativa. Como resultado deste trabalho apresenta-se um modelo de avaliação submetido a uma verificação de sua aplicabilidade por especialistas do Ministério da Educação.

Link para Download: Eleonora Falcao